TRABALHO

Oracle tem acordo coletivo em SP

08/11/2021 05:59

É a primeira vez que a gigante se acerta diretamente com o sindicato.

Negociação direta na Oracle. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Oracle fechou um acordo coletivo de trabalho com o Sindpd em São Paulo, a primeira vez que a multinacional negocia diretamente com o sindicato de profissionais de TI sobre condições salariais.

Uma assembleia virtual com cerca de 1 mil funcionários da companhia aprovou um reajuste de 4.48% sobre o salário de janeiro de 2019 e outro de 5,45% sobre o de janeiro de 2020, além de um uma cláusula especial que prevê o repasse de 8% do valor referente ao recolhimento mensal do FGTS nesse período. 

Funcionários que tiveram aumentos salariais individuais durante 2020 e 2021 terão os valores dos respectivos aumentos somados aos salários ajustados com as percentagens acima.

“Fazendo esse acordo junto de uma empresa parceira como a Oracle, nós estamos quebrando um paradigma para ambos os lados”, festejou Antonio Neto, presidente do Sindpd.

Neto destaca que muitos sindicatos tem fechado acordos com reajustes abaixo do índice da inflação, o que não é o caso dos índices acertados com a Oracle.

O acordo substitui a convenção coletiva, cuja negociação é feita entre o sindicato dos funcionários e o sindicato patronal, valendo para todas as empresas e funcionários afetados.

No caso de São Paulo, essa negociação entre sindicatos (a contraparte do Sindpd é o Seprosp) ficou num impasse nos últimos anos e está em litígio no Tribunal Regional do Trabalho.

Até agora, a Oracle só negociava diretamente com o sindicato os valores dos programas de participação nos resultados, o que pode ser feito sem a necessidade de um acordo coletivo.

Com a sua decisão, a Oracle resolve o seu problema interno de reajuste salarial, mas enfraquece a posição de barganha das empresas de TI como um todo nessa negociação e nas futuras.

Veja também

VAGA
Brasscom ganha corrida pelo CNPD

Entidade de TI superou candidatura da Assespro e dos meios de comunicação.

ENTIDADES
Márcio Girão assume ConTIC

Novo presidente da confederação é conhecido na política setorial de TI.

UNIÃO
Regionais da Assespro fazem aproximação

Ações conjuntas entre as regionais da entidade no RS, PR, RJ e AL. 

NOVO NORMAL
Procergs estreia greve em home office

De acordo com o Sindppd-RS, 180 servidores participaram de um piquete virtual.

OPS!
Sonda terá que pagar PLR para 1791 funcionários

Pagamento é resultado de ação do sindicato paulista Sindpd e vale no RS, MG, SP e RJ.

MULTIDÃO
Brasscom quer formar devs web em massa

Meta é atingir nada menos do que 156 mil alunos. Projeto está na fase inicial.