Edimilson Corrêa.

Edimilson Corrêa, ex-vice-presidente de Desenvolvimento de TI e Serviços da OpenTech, acaba de assumir o cargo de CEO da empresa, especializada em gestão logística e gerenciamento de risco em transportes.

Com a mudança, Alfredo Zattar, fundador da empresa, passa a presidir o conselho de administração da empresa e ficar encarregado de desenvolver “atividades de relacionamento” com o mercado segurador e grandes clientes.

Corrêa entrou na empresa em outubro de 2013, como uma parte de uma série de reforços contratados a partir do investimento  de  R$ 10 milhões do DLM Brasil IT, fundo de private equity gerido pelos ex-Datasul Paulo Caputo e Jorge Steffens, feito meses antes.

O executivo  foi diretor de produto e tecnologia da Datasul e após a fusão com a Totvs comandou o centro de desenvolvimento em Joinville.

Alfredo Zattar é  neto do fundador do Hospital de Olhos Sadalla Amin Ghanem, em Joinville, um dos maiores hospitais do segmento no país. 

Chegou a atuar como oftalmologista, mantendo negócios em paralelo. Em 2001 fundou a Opentech e em 2010 decidiu deixar a medicina para se dedicar à empresa.

A OpenTech faturou R$ 21 milhões no primeiro semestre do ano, uma alta de 15% frente aos resultados de 2013.

Com o resultado, a empresa projeta um faturamento total entre R$ 45 milhões e R$ 50 milhões para 2014, uma alta de 18% frente ao ano passado no pior dos casos. 

Tanto a parte baixa como a alta da meta são reajustes para baixo do planejado inicialmente para 2014, que ficava em R$ 55 milhões

Para o ano que vem, já sob o comando de Corrêa, a meta é voltar a pisar no acelerador, crescendo entre 50% e 66% (a cifra depende dos resultados de 2014, ainda por fechar) para R$ 75 milhões. Em 2016, a meta é entrar na faixa dos R$ 100 milhões.

O cumprimento das metas está nas mãos de um novo time de executivos.

Ainda em novembro, foi contratado Eduardo Souza, ex-diretor Comercial de Serviços da Apisul,  para a posição de diretor Comercial de Solução Logística e Gerenciamento de Riscos.

Souza é um profissional experiente. Em 16 anos de Apisul, exerceu as funções de gerente de TI, superintendente de Produtos e Projetos e, nos últimos cinco anos, em São Paulo, foi diretor Comercial de Serviços.

A contratação faz parte de uma reestruturação da área comercial da OpenTech, com a criação de uma frente focada no modal rodoviário com foco em embarcadores, transportadores e operadores logísticos e no mercado de logística e gerenciamento de risco.

As metas de crescimento estão alinhadas a um plano de expansão de canais, cujo objetivo é  mais do que dobrar sua base de canais até o final do ano, atingindo 12 parceiros.

Andreia Gutknecht, atual gerente de canais, foi contratada em janeiro, vinda do departamento de recrutamento de canais da consultoria de expansão comercial joinvillense Market Growing.

Atualmente, a OpenTech conta com representantes em Santa Catarina, Goiás, Espírito Santos, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. 

A OpenTech tem mais de 1,2 mil clientes em todo o país, para os quais rastreia 46 mil veículos. A empresa tem 550 funcionários e investe 15% do faturamento em pesquisa e desenvolvimento de softwares.