CMPC leva contas para a nuvem do Google. Foto: divulgação.

A CMPC Celulose Riograndense, unidade do grupo chileno CMPC, migrou todas as suas 1,1 mil contas de e-mail para a nuvem do Google, em um projeto realizado com a Ilegra.

A iniciativa da filial da CMPC localizada em Guaíba, região metropolitana de Porto alegre, acompanha um projeto realizado em toda a corporação na América Latina, envolvendo um total de 15 mil contas. A migração iniciou pela sede do grupo, no Chile, em março deste ano, conduzida pela Orion, uma Google Partner norte-americana.

A CMPC adotou todos os aplicativos da plataforma Google, incluindo Gmail, Google Drive, Hangouts e toda a parte de Google Sites, que tornaram ágeis processos antes morosos.

"Hoje, temos reuniões online, interatividade para apresentações, agilidade. Por exemplo, estou dando andamento a um projeto com uma empresa de São Paulo que também está na plataforma Google e tudo é controlado em cima dos aplicativos", destacou Rafael Gonçalves, Especialista em Infraestrutura da CMPC.

A adoção da nova plataforma também foi rápida, segundo o especialista. De mais de 500 colaboradores treinados, cerca de 50% já utilizavam o Gmail em casa, já estavam acostumados a compartilhar informação e usar ferramentas flexíveis e acessíveis em dispositivos móveis.

Com a nova plataforma, algumas regras e restrições da empresa acabaram sendo extintas, como a restrição de acesso a e-mails corporativos fora da empresa a apenas alguns grupos de colaboradores. Após a migração para a nuvem, o acesso foi liberado a todos.

“Foi um projeto um pouco diferente das demais migrações realizadas para o Grupo na América Latina, pois fizemos alguns ajustes para nossa unidade, e conduziram bem do início ao fim. Ficamos muito satisfeitos”, completa.

De acordo com Gonçalves, a adoção do Google Apps acompanha um movimento da CMPC em levar diversas de suas aplicações para a nuvem. A companhia utiliza cloud computing também para a Nota Fiscal Eletrônica, para sites externos e para alguns serviços SAP.

No ano passado, a empresa anunciou um investimento de R$ 5 bilhões na unidade de Guaíba, com o qual a produção passará das atuais 450 mil toneladas por ano para 1,75 milhão de toneladas, em uma área de 106 mil hectares de floresta de eucalipto.

Presente em mais de 50 países nos 5 continentes e com mais de 25 fábricas, a CMPC tem aproximadamente 8 mil colaboradores operando em 5 áreas de negócios, através das seguintes empresas: CMPC Florestal, CMPC Celulose, CMPC Papéis, CMPC Tissue e CMPC Produtos de Papel.

Para a Ilegra, o projeto se soma a outros de grande porte realizados. Anteriormente, a empresa trabalhou em migrações Google para clientes expressivos e multinacionais como Embraco, para a qual foram migradas 6 mil contas de e-mail, e Whirlpool, com 5 mil contas.

A Ilegra atua como integradora Google, fábrica de software, entre outros produtos. A divisão de integrações Google é um dos principais motores do crescimento atual da companhia, que conquistou 49 novos clientes em 2014, expandindo sua atuação em outros estados (SC, PR, SP) e países (Estados Unidos).

A companhia fechou o ano de 2014 com um faturamento de cerca de R$ 20 milhões, crescendo 21% sobre 2013 e ficando acima da meta estabelecida para o ano, que previa um aumento de 12% em sua receita. Para 2015, a estimativa é de incrementar o ritmo de crescimento, subindo o percentual para 30%.