Ô trem! Foto: VLI.

A VLI, uma das maiores empresa de soluções logísticas do Brasil, migrou 4,5 mil funcionários para a plataforma de colaboração Microsoft Teams, em um projeto com consultoria da Logicalis.

Além disso, o projeto contou com a adoção de toda a Suite do Office 365, incluindo Planner, Power Apps e Flow. 

A iniciativa envolveu profissionais espalhados em 169 localidades do país e foi concluída em dois meses, ainda antes da pandemia do coronavírus, que desencadeou um boom mundial de projetos desse tipo.

A Logicalis não chega a revelar qual era a solução anterior, apenas que ela não podia ser acessada online, apenas através de um aplicativo.

“Hoje fazemos por meio da ferramenta não apenas reuniões remotas, mas toda a gestão das equipes e de operações em uma interface única, contribuindo muito para o engajamento e produtividade dos colaboradores, assim como seus níveis de satisfação”, explica Fabrício Feres, líder do time de Experiência do Cliente da TI na VLI.

A VLI opera as ferrovias Norte Sul (FNS) e Centro-Atlântica (FCA), além de terminais integradores, que unem o carregamento e o descarregamento de produtos ao transporte ferroviário, e a operação em terminais portuários situados em eixos estratégicos da costa brasileira, tais como Santos (SP), São Luís (MA), Barra dos Coqueiros (SE), São Gonçalo do Amarante (CE) e Vitória (ES).

Já a Logicalis é uma multinacional, com faturamento na casa do US$ 1,5 bilhão. 

A empresa entrou forte no Brasil em 2008, com aquisição de uma participação majoritária na Promon Tecnologia, já na época uma empresa importante, com um faturamento de US$ 140 milhões em 2007. A Promon era a maior parceira Cisco no país.

A multinacional tem uma presença importante na América Latina, tendo uma receita líquida de US$ 640 milhões na região no seu último ano fiscal, um aumento de 19% frente ao período anterior, em que já havia crescido 26,8%.

O Brasil, por sua vez, obteve R$ 1,5 bilhão de receita – um crescimento de 36% frente ao ano anterior.