José Henrique Silva Claro, diretor executivo de Negócios Regional Sul.

A Resource está em Porto Alegre, e, dessa vez, para ficar.

Depois de abrir uma operação na capital gaúcha em 2008, fechada algum tempo depois, a integradora paulista reabriu a operação em maio do ano passado e fechou o ano com quatro contratos na carteira no Rio Grande do Sul.

Somando os três estados da região, o faturamento da Resource no Sul chegou a R$ 32 milhões em 2013, mais do que dobro do obtido no ano anterior. Para 2014, a meta é chegar a um crescimento de 20%, atingindo R$ 38,4 milhões.

“Ainda estamos muito limitados a serviços com tecnologia SAP. Minha meta é ampliar os contratos de fábricas de Cobol, Java e .Net, além de mobilidade, na qual somos fortes”, aponta José Henrique Silva Claro, diretor executivo de Negócios Regional Sul.

As cifras representam uma boa participação no negócio como um todo da Resource, ainda mais se temos em conta que a presença da companhia no Sul é relativamente recente.

A Resource chegou por aqui em 2011, dois anos após o ensaio mal sucedido em Porto Alegre, quando adquiriu a carteira de grandes clientes SAP da BBKO, de Joinville. 

Com a tacada, a empresa levou o contrato com a BRF, o que levou a manter a operação na cidade catarinense, com 60 funcionários dedicados basicamente ao atendimento da gigante de alimentação.

Um ano depois, em 2012, a empresa abriu um escritório em Curitiba, onde hoje trabalham 120 pessoas e no ano passado em Porto Alegre, onde a equipe chega a 25 pessoas

A Resource esperava fechar 2013 com um faturamento de R$ 400 milhões, um crescimento de 25% em relação ao ano anterior. 

A companhia tem 2,8 mil colaboradores e atende a mais de 300 clientes por meio de 18 escritórios, 14 deles no Brasil e  quatro no Chile, Argentina, Colômbia e Estados Unidos.