TCE-RS parou licitação. Foto: flickr.com/photos/misteraitch/

O Tribunal de Contas do Rio Grande do Sul suspendeu aos 45 do segundo tempo uma licitação para compra de um sistema de gestão tributária em Caxias do Sul nesta quarta-feira, 08.

A medida cautelar do TCE-RS aponta possíveis irregularidades como restrição de competição, a falta de orçamento estimado com base em pesquisa de preços de mercado e a ausência de justificativa para a escolha do pregão presencial em detrimento do eletrônico. 

Os participantes do pregão foram informados no local da suspensão. Estavam presentes as empresas  Di Uno, IPM e Thema Informática.

A licitação, conduzida pela secretaria Municipal de Recursos Humanos e Logística, é para contratação de um sistema de porte considerável para uma prefeitura gaúcha.

O edital exige do vencedor a disponibilização de 25 programadores, 15 analistas de sistemas e cinco consultores de negócios, além de dois gerentes de projeto certificados PMI. 

O projeto, com prazo de entrega de cerca de um ano, envolve ainda suporte por 24 meses, 2,4 mil horas extra para desenvolvimentos adicionais e treinamento de 150 funcionários da prefeitura.