O Alibaba vai comprar uma participação na Meizu Technology por US$ 590 milhões. Foto: Divulgação.

O Grupo Alibaba anunciou que vai comprar uma participação minoritária na pouco conhecida fabricante de smartphones Meizu Technology por US$ 590 milhões. A gigante de e-commerce quer estender sua estratégia de crescimento em hardware para dispositivos móveis.

O Alibaba, que agora vale US$ 213 bilhões em valor de mercado, não revelou o quão grande será a sua participação na fabricante de celulares que é uma rival distante para companhias de smartphone muito maiores na China, como a Xiaomi. A Meizu emprega mais de 1 mil pessoas, de acordo com seu site.

A parceria vai ajudar o Alibaba a empurrar seu sistema operacional móvel na China por meio de aparelhos da Meizu. Além disso, dará à Meizu acesso aos canais de venda de e-commerce do Alibaba e outros recursos

O Alibaba, no passado, concentrou-se em software e serviços, incluindo o e-commerce, principal negócio da empresa. 

Agora, em um movimento que lembra a incursão da rival norte-americana Amazon em smartphones com o Fire Phone, o investimento na Meizu é baseado em esforços mais recentes do Alibaba para desenvolver hardware, como a set-top boxes para TV.

A China é o maior mercado de smartphones do mundo, com 557 milhões de pessoas que acessam a internet através de dispositivos móveis, de acordo com dados do governo.

Mesmo assim, as vendas de smartphones estão enfraquecendo. A comercialização de aparelhos na China foi de 389 milhões de telefones em 2014, abaixo dos 423 milhões de unidade vendidas no ano anterior, segundo o Business Insider.

A Meizu também não aparece entre as principais marcas de smartphones da China. As quatro melhores no quarto trimestre de 2014 foram a Apple, Xiaomi, Samsung e Huawei, de acordo com a empresa de pesquisa Canalys.