Fonte Nova tem TI da NEC. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Arena Fonte Nova, estádio que abriu suas portas no último domingo, 07, em Salvador, contará com infraestrutura de TI da NEC. A empresa japonesa fornecerá sistemas como os de áudio, telões e segurança da arena.

O projeto fará uso de infraestrutura IP e rede wireless para telefonia, dados e imagens, incluindo a implementação de sofisticados sistemas de som e telas gigantes integradas.

O estádio, com capacidade para 50 mil visitantes, também terá sistemas de segurança como o de câmeras interligadas para monitoramento constante da área total da arena, além de detecção de incêndio e automação predial.

Entre as soluções utilizadas na TI da Fonte Nova está o MDOOH (Media Digital Out of Home), que integra uma solução de digital signage em telas LED.

O objetivo desta solução é a sinalização digital das informações sob medida, que pode ser utilizada também com sistemas de reconhecimento facial, que analisa características das pessoas que circulam em um determinado local, como idade, sexo, comportamento etc.

Segundo a fabricante, a tecnologia tem aplicações em publicidade, adequando as mídias e as sugestões de compra ao perfil de quem passa em frente à tela, por exemplo.

Segundo Massato Takakuwa, diretor de negócios para governo da NEC no Brasil, a presença na Arena Fonte Nova reflete o momento que da NEC no setor, uma vez que este é o terceiro projeto dentro do conceito de arenas multiuso que a empresa participa.

Outros estádios com infraestrutura de TI da empresa são a ainda não inaugurada Arena Pernambuco, em Recife (PE), que fará parte da Copa das Confederações e da Copa do Mundo, e a Arena do Grêmio.

“A NEC está trabalhando intensamente no portfólio de soluções para arenas multiuso e cidades inteligentes, que tem um enorme potencial de aceitação no país, em virtude dos grandes eventos esportivos que irão acontecer nos próximos anos”, explica o executivo.