O Gartner reduziu em 7% a previsão de gastos com TI no Brasil em 2015. Foto: staras/Shutterstock.

Estudos do Gartner estimam que os gastos com TI no Brasil em 2015 deverão somar US$ 116 bilhões, valor 7% menor do que o previsto inicialmente pela consultoria, de US$ 125 bilhões. A queda é um reflexo da desaceleração da economia do país, o que faz com que as empresas sejam mais cautelosas com novos investimentos.

Henrique Cecci, diretor de pesquisas e mercado de data center da consultoria, constata que os líderes de TI estão pressionados a fazerem mais com menos e entregar soluções para atender as demandas dos negócios com eficiência operacional.

“Eles têm a responsabilidade de mostrar como as companhias podem otimizar custos”, informa o analista, com base no estudo Agenda do CIO para 2015, que entrevistou 2,8 mil executivos ao redor do mundo, incluindo do Brasil.

Cecci observa que a TI está se tornando estratégica para os negócios. Com orçamentos menores, CIOs têm buscado soluções que reduzam custos, como virtualização, aplicações em nuvem e transformação dos data centers para que operem com mais agilidade e segurança.

Com essa pressão, a infraestrutura e data center é a prioridade número um da agenda dos CIOs brasileiros para 2015, atrás das soluções para análises de dados e sistemas de gestão empresarial, segundo o Computerworld.

 

Veja as 12 tecnologias que vão levar a maior parte dos orçamentos dos executivos ao longo de 2015, segundo estudos do Gartner.

1 - Infraestrutura e data center

2 - BI/Analytics

3 - ERP

4 - Cloud

5 - Mobilidade

6 - Rede de voz, dados e comunicação

7 - Digitalização/Marketing Digital

8 - Segurança

9 - Desenvolvimento de aplicação

10 - Serviços de TI/Automação

11 - Aplicações empresariais

12 - CRM