EXPANSÃO

Workana capta R$ 23 milhões

09/04/2018 09:27

O aporte foi feito pela SEEK, acionista de empresas como Brasil Online Holdings - controladora da Catho.

Guillermo Bracciaforte, co-fundador da Workana. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Workana, plataforma de trabalho freelance com atuação em toda a América Latina, acaba de anunciar o maior investimento desde sua fundação. Por meio da SEEK, acionista de empresas como Brasil Online Holdings - controladora da Catho - e OCC (Centro Online de Carreiras do México), a empresa recebe o aporte de R$ 23 milhões. 

Com o valor, a Workana, que já conta com mais de 1 milhão de freelancers cadastrados, vai expandir sua atuação para o Sudeste Asiático.

"Pela primeira vez, não vamos só continuar com o crescimento forte na América Latina, agora temos planos para expandir a Workana para novas regiões onde achamos que vamos ter uma vantagem competitiva com o que temos aprendido nestes primeiros seis anos", conta Guillermo Bracciaforte, co-fundador da Workana.

O executivo aponta que a escolha pelo Sudeste Asiático acompanha o crescimento do mercado online da região. De acordo com um relatório do Google e Temasek, a região deve alcançar a posição de líder em uso de internet em 2018: os consumidores locais são os que mais gastam tempo na internet mobile do que qualquer outro país, com 3,6 horas por dia, e o número de usuários ativos por mês alcançou 330 milhões em 2017.

Esse é o quarto investimento recebido pela Workana, totalizando mais de R$ 35 milhões desde 2012. 

Fundada em 2012, a Workana é um marketplace que conecta freelancers a empresas e possui atuação em toda a América Latina. 

Com quatro anos de atuação, a empresa já atingiu a marca de 230 mil projetos postados na plataforma e possui, atualmente, mais de 1 milhão de freelancers cadastrados.

Veja também

FINTECH
Toro cria corretora de valores após aporte

O movimento foi iniciado após um aporte de R$ 46 milhões recebido por cerca de 25% de suas ações.

VALE DO SILÍCIO
Wharton Angels buscam startups do Brasil

Eduardo Küpper e Guilherme Freire se conheceram em Wharton durante o mestrado.

STARTUP
Pipefy recebe aporte de US$ 16 milhões

A rodada de investimentos Série A foi encabeçada por OpenView Partners e Trinity Ventures. 

STARTUP
Playmove recebe aporte de R$ 2,6 mi

A startup é responsável pela mesa digital de jogos educativos PlayTable.

RESULTADO
Meus Pedidos tem alta de 70% em 2017

A empresa registrou um faturamento de R$ 10 milhões em 2017. 

PAGAMENTOS
Movile investe US$ 18,3 milhões na Zoop

Um dos principais planos com o aporte na fintech é lançar uma maquina de pagamento do iFood.