Oportunidade de negócios com o WhatsApp. Foto: Pixabay.

O WhatsApp começou a cadastrar parceiros no Brasil para fazer a venda da sua versão corporativa, cujo lançamento oficial é esperado para os próximos meses.

A revelação é do site especializado Mobile Time, que afirma que os parceiros são empresas que atuam na área de atendimento automatizado (bots e afins) e integradores tradicionais de SMS. 

Pré-contratos já teriam sido assinados e o trabalho de conexão de plataformas em alguns casos já iniciado.

Ainda de acordo com o Mobile Time, não foi definido qual será o modelo de negócios, apenas que não haverá cobrança por mensagem. Fontes ouvidas pelo site dizem que o mais provável é licenciamento por volume de usuários.

O aplicativo empresarial do WhatsApp foi anunciado em setembro de 2017.  Batizada de WhatsApp Enterprise, ela incluirá acesso a APIs e permitirá automação do atendimento, o que não estava disponível até agora.

O Itaú é até agora o maior cliente brasileiro da versão corporativa do app,

A Ingresso Rápido, marketplace de ingressos em entretenimento, é outro. A companhia adicionou o WhatsApp como meio de notificação de compra.

As respostas são entregues por uma integração com o ChatClub, plataforma de mensagens do grupo Movile que está diretamente integrada com o WhatsApp. A Movile tem todas fichas para ser um dos canais, por tanto.

De acordo com a mais recente pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box sobre mensageria no Brasil, o WhatsApp está instalado em 96% dos smartphones de internautas brasileiros e 98% dos seus usuários abrem o app todo dia ou quase todo dia. 

Além disso, 55% deles dizem que já se comunicam com empresas através do WhatsApp.