Apple na parada de San Francisco. Foto: flickr.com/shinythings.

A Apple publicou nesta semana um vídeo que mostra a participação da empresa na parada do orgulho gay de San Francisco. A companhaia participou da marcha e distribuiu vouchers para músicas grátis no iTunes.

Segundo a descrição da postagem, milhares de funcionários da Apple e suas famílias participaram do desfile.

“Eles vieram de todo o mundo - de cidades como Munique, Paris e Hong Kong - para celebrar o compromisso inabalável da Apple com a igualdade e a diversidade, pois acreditamos que a inclusão inspira inovação”, afirma o texto.

O CEO da Apple, Tim Cook, esteve presente e pode ser visto no vídeo fazendo uma selfie com um funcionário. Lisa Jackson, chefe de iniciativas ambientais da empresa, também estava no evento, embora ela não apareça no vídeo.

Junto com Cook, alguns produtos da Apple fazem aparições. O iPad Air é mostrado sendo usado para operações de logística e inúmeros iPhones estão nas mãos de funcionários.

Outras empresas de tecnologia já participaram de ações em defesa dos direitos dos homossexuais, como o casamento.

Em 2012, Brad Smith, conselheiro-geral e vice-presidente-executivo de assuntos legais e corporativos da Microsoft, publicou um post no blog oficial da empresa defendendo a aprovação de um projeto de lei para autorizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo no estado de Washington, onde a companhia tem sede.

No mesmo ano, a Dell foi uma das patrocinadoras da segunda edição da Expo Business LGBT Mercosul, feira de produtos e serviços voltados ao público gay que aconteceu em São Paulo.