Thiarlei Macedo.

Mais cinco empresas de Caxias do Sul foram certificadas com o selo de qualidade de software MPS.BR.

Avacon Tecnologia (Canoas), Otimizy Sistemas Inteligentes (Garibaldi), S&W Sistemas (Nova Petrópolis) e as caxienses Sil Sistemas, TCS Sistemas para Gestão e W3 Informática foram certificadas no nível G e a NL no nível F.

A implementação do Grupo foi realizada pela consultoria Engsoft de Ijuí.

O valor do projeto, que nesta edição supera os R$ 300 mil reais, é subsidiado em cerca de 50% pela Softex e pelo Sebrae, e o restante é bancado pelas empresas por meio de convênio firmado com o Trino Polo.

Os grupos cooperativados começaram na Serra Gaúcha ainda em 2010. Desde então, já foram quatro, totalizando 22 avaliações.

Existem hoje no país 581 empresas avaliadas em algum nível do MPS.BR, um requisito de cada vez mais licitações para compras de fábricas de software. 

A primeira recomendação do Tribunal de Contas da União nesse sentido data de 2007.

No entanto, a grande maioria fica nos níveis mais iniciais como o G (58%) e o F (29%). As empresas com nível C totalizam apenas 7%¨e 1% detém o nível A, o máximo. 

Lançado pela Softex em 2003, o modelo MPS.BR é espelhado nos níveis do CMMI, um padrão internacional de qualidade de software criado pela universidade americana de Carnegie Mellon.

Nos últimos anos o MPS.BR, que tem mais níveis intermediários de implementação e muitas vezes custos de consultoria subsidiados pelo governo, tem ganho mais visibilidade, enquanto o CMMI fica mais restrito a empresas multinacionais ou focadas em exportações.

Em 2014, por exemplo, foram feitas no Brasil apenas 33 avaliações ou reavaliações de CMMI, contra 40 em 2013 e 22 em 2012.

Fundado em 2002, o Trino Polo reúne atualmente 100 empresas associadas de diversos segmentos do setor de informática da Serra Gaúcha, além de órgãos do governo, entidades de ensino superior e entidades de classe. 

A organização, presidida atualmente pelo empresário Thiarlei Macedo, é o agente local da órgão federal de promoção da Softex e também funciona como um APL do setor de TI na região.