Baguete
InícioNotícias> Hospital Santa Cruz tem prontuário eletrônico

Tamanho da fonte:-A+A

MV

Hospital Santa Cruz tem prontuário eletrônico

Júlia Merker
// segunda, 09/07/2018 10:25

O Hospital Santa Cruz (HSC), em Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul, concluiu em junho a implantação do Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP), da MV Sistemas.

O Hospital Santa Cruz concluiu a implantação do Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP). Foto: Divulgação.

O projeto foi desenvolvida ao longo de 18 meses com o objetivo de alcançar qualificação dos processos assistenciais e gerenciais da instituição.

A implantação da ferramenta aconteceu em todas as unidades assistenciais do HSC, como UTIs adulto e pediátrica, Unidade de Cuidados Intermediários (UCI), serviços de urgência e emergência (tanto convênios privados e particulares quanto SUS), clínicas abertas, Centro Obstétrico, Centro Cirúrgico, Terapia Intervencionista, Centro de Especialidades e Ambulatório Acadêmico.

O trabalho de implantação contou com envolvimento da equipe técnica do setor de informática e de desenvolvimento organizacional da instituição, que capacitou mais de 600 usuários entre profissionais médicos, de enfermagem, fisioterapia, nutrição, técnicos de enfermagem, serviço social, psicologia clínica, residências e acadêmicos de todas as áreas, totalizando um volume de 500 horas de capacitação.

Além disso, foram investidas inúmeras horas em análise e adequações de processo, teste de novas funcionalidades e recursos e preparação de ambiente para instalação (servidores e computadores). 

Marciane Mueller, coordenadora de informática e desenvolvimento organizacional do HSC, afirma que o sistema permite reunir em um único local todos os registros da assistência prestada ao paciente, o que simplifica o armazenamento de dados, facilita a rotina dos profissionais de saúde e apresenta as informações de forma mais estruturada e integrada.

“Dessa forma os gestores podem fazer uso de inteligência clínica em vários cenários, como na sugestão de protocolos clínicos e de novas conduta. Observa-se também a qualificação do processo de tomada de decisão, a implementação de recursos que visam a segurança do paciente e a eliminação de um volume considerável de registros manuais”, acrescenta.

Com mais de 1 mil clientes no Brasil, na África e na América Latina - entre hospitais, operadoras de planos de saúde e saúde pública - a MV conta com um total de 100 mil médicos e 250 mil profissionais usando as plataformas da empresa.

Júlia Merker