Evino já vendeu para 1,4 milhão de pessoas. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

A Evino, maior e-commerce de vinhos da América Latina, está usando um sistema da Synchro Cloud para fazer a gestão tributária do negócio, de maneira integrada com o sistema de gestão S/4 Hana da SAP.

O novo sistema fiscal é uma migração. A empresa usa o ERP da multinacional alemã desde 2019 e até agora terceirizava com um “parceiro contábil” a sua operação tributária.

Em nota, a Synchro aponta que a Evino entrega cerca de 50 obrigações acessórias ao mês e “começou a ter dificuldades para conciliar as exigências da complexa legislação brasileira com a robustez do ERP global”. 

“Estamos crescendo rapidamente e o nosso foco é garantir que essa expansão não implique em aumentarmos custos dos produtos para os nossos clientes, já que trabalhamos bastante com produtos importados”, avalia Marcel Caldas, coordenador de controladoria da Evino.

Com a solução da Synchro, a Evino ganhou em agilidade nas atualizações diárias da lei tributária, o que na prática melhora a eficiência logística, uma vez que reduz a chance de atrasos na entrega de produtos gerados por apreensões fiscais, 

“Para nós, é fundamental garantir que as mercadorias cheguem rápido às casas dos clientes, não podemos perder tempo com divergências nas obrigações”, reflete Marcel. 

A operação fiscal da Evino certamente é complexa. A empresa é hoje a maior importadora de vinhos da Itália, França e Espanha no Brasil.

Em 2020, a receita líquida foi de R$ 281 milhões, com um volume de garrafas 66% maior do que o comercializado em 2019.

No mercado desde 2013, a empresa já fez vendas para 1,4 milhão de pessoas e inaugurou recentemente a Evino Empresas, focada em supermercados, restaurantes e hotéis. 

A Synchro é uma das maiores empresas de soluções fiscais do Brasil, atendendo 400 grupos econômicos, uma lista com nomes como McDonalds, Eaton, Senac, Volkswagen e Hydro.