Claro investindo em 4G e em video on demand, uma locadora online via streaming. Foto: flickr.com/photos/ario

A Claro anunciou nesta terça-feira, 09, que deve fechar 2012 com um investimento de R$ 2,8 bilhões na estruturação de sua rede de internet móvel LTE (4G).

No plano da Claro entregue para a Anatel, a operadora destacou que, até 2014, deverá investir R$ 6,3 bilhões no sistema 4G.

Conforme matéria do G1, a sueca Ericsson e a chinesa Huawei são os fornecedores de equipamentos 4G da operadora no Brasil. Entretanto, a companhia não descarta um fornecedor adicional para a nova tecnologia de internet móvel.

A Claro já opera com uma rede de testes de 4G nos municípios de Campos do Jordão, em São Paulo, Búzios e Paraty, no Rio de Janeiro e na Esplanada dos Ministérios, em Brasília.

VOD

Aproveitando a deixa do 4G, a Claro também divulgou um serviço de video-on-demand (VOD) via streaming, uma alternativa para concorrer com o Netflix.

Denominado Claro Video, o serviço estará disponível em tablets, smartphones com iOS e Android, assim como computadores, a partir do primeiro trimestre de 2013.

Diferentemente do Netflix, o usuário poderá alugar filmes recém-lançados de forma avulsa, como acontece no iTunes, por exemplo, e não apenas por meio de pagamento de mensalidade.

Segundo a operadora, o sistema disponibilizará ao usuário "milhares de filmes, shows, séries e desenhos animados", mas não deu maiores detalhes.

Conforme a Claro, o usuário poderá pagar pelo serviço por meio das faturas ou cartão de crédito.