Bitcoin é a nova opção de pagamento da Tecnisa. Foto: Nata-Lia/Shutterstock.com

A partir dessa semana, a Tecnisa vai aceitar bitcoins na compra de imóveis. A moeda digital passará a integrar as opções de pagamento no site da companhia. Para oferecer o novo serviço, contará com a Bitinvest, empresa de moedas digitais que irá intermediar os pagamentos recebidos e convertê-los em reais.

A Tecnisa começou a comercializar imóveis pela internet em 2001. Hoje, 43% do faturamento total da companhia é resultado de vendas nos ambientes digitais. A empresa relata que foi a primeira a vender um apartamento pelo Twitter e pelo iPhone. 

“O mercado já está olhando para o Bitcoin como algo promissor, já que possibilita transações diretas, facilitando o processo de compra no mundo inteiro”, explica Romeo Busarello, diretor de marketing e ambientes digitais da Tecnisa. 

Criado em 2009, o Bitcoin é hoje utilizado por mais de 7 milhões de pessoas, já ultrapassando 40 mil usuários no Brasil, segundo a Tecnisa.

“A Internet transformou o fluxo de informações nos últimos 20 anos e o Bitcoin vai transformar o fluxo financeiro nos próximos 20 anos”, afirma Flavio Pripas, fundador e CEO do Bitinvest.

Inicialmente, a Tecnisa aceitará a moeda digital apenas para o pagamento da primeira parcela da entrada do imóvel, enquanto amplia outros projetos internamente. A companhia também concederá um bônus de 5% no valor pago em bitcoins nesta transação.

O site Coinmap.org apresenta mais de 90 estabelecimentos comerciais que aceitam bitcoins no Brasil.