Roberto Ribeiro da Cruz, CEO da Pixeon. Foto: Divulgação.

A Santa Casa de Recife adotou sistemas de gestão hospitalar (HIS) e prontuário eletrônico do paciente (PEP) da Pixeon. Até então, a instituição atuava com sistemas próprios e sem integração.

Para a instituição, a escolha pela aquisição de uma solução integrada teve foco na diminuição da quantidade de erros. 

Com as soluções implementadas e as integrações realizadas pela Pixeon, as informações passaram a transitar em todos os processos do hospital, aumentando a produtividade com atividades operacionais.    

“Com o nosso HIS, a Santa Casa pôde trazer mais velocidade, economia e segurança em termos de documentação. Além da integração com o Protocolo de Manchester de acolhimento para dar respostas pós-classificação de gravidade e a integração com os atendimentos do sistema de saúde municipal”, comenta Roberto Ribeiro da Cruz, CEO da Pixeon.

Após a implantação do PEP, a Santa Casa de Recife alcançou a geração e armazenamento seguro de dados para gestão e assistência ao indivíduo, e o certificado digital, onde os médicos prescrevem, assinam e automaticamente a farmácia recebe um alerta sobre os medicamentos.

Já a integração entre o prontuário eletrônico e o PACS permite ao médico solicitante acessar a imagem e o laudo do exame realizados pelo radiologista. Assim, informações e arquivamento ficam seguros e podem ser acessados de forma rápida.

A Pixeon possui atualmente 2 mil clientes no Brasil e conta com escritórios em Florianópolis, São Bernardo do Campo e Salvador. A empresa fechou 2016 com receita de R$ 58,3 milhões, alta de 142% em dois anos, de acordo com o ranking de PMEs que mais crescem no Brasil.