O Itaú Unibanco é o apoiador do Centro de Ciências de Dados da Universidade de São Paulo (USP). Foto: Marcos Santos/USP Imagens.

O Itaú Unibanco é o apoiador do Centro de Ciências de Dados da Universidade de São Paulo (USP), novo espaço disponível para os alunos e profissionais ligados à instituição de ensino. Construído a partir de investimentos do banco, o novo centro científico foi inaugurado na quarta-feira, 7/11.

Entre as linhas de pesquisa científicas do c²d estão: aprendizado de máquina (deep learning, computação cognitiva, reinforcement learning, fluxos de dados, modelos gráficos probabilísticos, redes complexas, análise de dados em real time), inteligência artificial, arquitetura para big data, cloud computing, computação de alto desempenho, visualização de dados, persistência de dados, modelos de metadados, controle de proveniência e qualidade de dados, blockchain, segurança, privacidade e confiabilidade de dados e internet das coisas.

“Buscamos com esse apoio fomentar o segmento de inovação ao identificar novas maneiras de consumo, pesquisa e negócios, contando com a contribuição da academia para avançarmos continuamente na análise de dados. Além de auxiliar o campo científico por meio da geração de valor, buscaremos contribuir para formar novos talentos na área de analytics”, afirma Estevão Lazanha, diretor do Itaú Unibanco. 

Como parte desse apoio, o Itaú também patrocinará bolsas de mestrado e doutorado para cursos da USP voltados a engenharia de dados. A proposta é que elas sejam concedidas aos candidatos interessados por meio de um processo de qualificação próprio da universidade.

A ação está alinhada com a recente parceria acadêmica do Itaú Unibanco como membro fundador do FinTech@CSAIL, iniciativa de tecnologia financeira do Massachusetts Institute of Technology (MIT). O Itaú Unibanco é o único membro da América Latina.

O projeto conta com mais dez participantes, como como Ant Financial (startup da AliBaba), Ripple, Canadian Imperial Bank of Commerce, London Stock Exchange (Bolsa de Valores de Londres) e NASDAQ.