PAGAMENTOS

BB reformula cartão virtual com NFC

09/12/2015 13:16

O Banco do Brasil vai reformular seu cartão virtual Ourocard-e. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

O Banco do Brasil vai reformular seu cartão virtual Ourocard-e, que funciona com a tecnologia NFC (Near Field Communications) a partir de smartphones.

O banco foi o primeiro do país a lançar um produto deste tipo, no começo do ano. No entando, segundo o MobileTime, a adoção do serviço não deslanchou. 

Entre março e outubro, foram feitas apenas 11 mil transações por NFC com o cartão virtual Ourocard-e. Por isso, o banco vai mudar o serviço. O app do cartão, originalmente lançado para Android em março passado, já foi retirado da Google Play. 

O MobileTime afirma que a nova versão será disponibilizada para testes a um grupo de correntistas ainda em 2015. Já o relançamento para toda a base deve acontecer em janeiro.

O aplicativo do Ourocard-e gera um cartão virtual com um número temporário associado ao cartão de plástico do consumidor. Isso acontece usando um sistema de tokenização desenvolvido internamente pelo próprio Banco do Brasil. 

Na prática, o usuário passa a poder pagar aproximando seu smartphone da máquina de POS, sem precisar levar consigo o cartão de plástico. 

Com a primeira versão do Ourocard-e, o Banco do Brasil identificou dificuldades na usabilidade. Outro problema que prejudicou a adoção foi a falta de conhecimento do público sobre a tecnologia de pagamento por aproximação.

A partir do relançamento, o Banco do Brasil pretende divulgar melhor a solução.

Veja também

FOMENTO
Badesul terá foco em PPPs

Banco quer reduzir a dependência do BNDES.

REDE SOCIAL
Banco RBS adota Facebook at Work

O RBS planeja ter 30 mil trabalhadores cadastrados em sua rede social corporativa até março.

FINANCIAMENTO
BNDES: R$ 9,5 mi para Accesstage

Valor será investido em infraestrutura, pesquisa, treinamentos, marketing, entre outras áreas.

CRÉDITO
Totvs: Banco IBM para financiar projetos

Parceria permite que os clientes financiem a compra de soluções de TI em até 48 vezes.