2013 encerrou com 53 milhões de e-consumidores. Foto: flickr.com/photos/stormkatt.

O e-commerce no Brasil deve movimentar R$ 39,5 bilhões em 2014. Esse valor representa um crescimento de 27% se comparado a 2013, em que o setor registrou um faturamento de R$ 31,11 bilhões. 

Os dados foram divulgados pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). 

A expectativa é de que a Copa do Mundo alavanque, principalmente, as vendas online de eletrônicos e de materiais esportivos.

Porém, a taxa de aumento esperada é inferior a observada no ano passado, quando atingiu 29% em relação a 2012.

De acordo com a instituição, 2013 encerrou com 53 milhões de e-consumidores. 

As categorias moda e acessórios, eletrodomésticos, saúde e beleza, eletrônicos e informática foram as mais compradas. 

“Apesar da desaceleração da economia e do aumento no endividamento do brasileiro, o e-commerce nacional ganhou dez milhões de novos consumidores em 2013, o que contribuiu para que o setor mantivesse as taxas médias de crescimento dos últimos anos”, afirma Mauricio Salvador, presidente da ABComm.