Em breve, também software. Foto: divulgação/Senai.

A Totvs assinou um protocolo de intenções com o Senai para formação de profissionais em todo Brasil.

No entanto, para que os cursos comecem ser oferecidos é necessário que as unidades assinem o acordo individualmente com a matriz ou as franquias da fabricante brasileira de ERP. 

É o segundo acordo que a Totvs assina com o Senai. Em novembro do ano passado, um convênio para ensino da linguagem de programação da Totvs, o AdvPL,foi assinado em São Paulo, Joinville e Belo Horizonte.

O convênio assinado agora não tem um modelo definido. O currículo será formado acordo por acordo.

O curso já existente é formado por um módulo de um ano e meio de aulas teóricas, nas quais os alunos acompanharão as rotinas dos profissionais da companhia. 

Na etapa seguinte, os participantes do programa farão um estágio de seis meses nos departamentos de serviços, desenvolvimento e customização de softwares da companhia

A Totvs banca bolsa auxílio e benefícios, como vale transporte e vale alimentação. Não foram revelados valores.

O Senai, tradicionalmente um centro de formação de profissionais para a indústria, vem fazendo acenos no sentido de diversificar a formação e incluir cursos voltados para o mercado tecnológico.

Neste ano, foi anunciada a construção de 39 institutos de tecnologia e inovação, com os quais o Senai quer aumentar o número de alunos de 1,7 milhão para 4 milhões.

Para tanto, a instituição anunciou convênios com o Massachusetts Institute of Technology (MIT) e Sociedade Fraunhofer, a maior organização de pesquisa aplicada da Europa.

A receita líquida da Totvs no terceiro trimestre de 2013 foi R$ 410,4 milhões, alta de 14,1% em relação ao mesmo período de 2012.