Baguete
InícioNotícias> Argo cresce 20% e fatura R$ 19 mi

Tamanho da fonte:-A+A

VIAGENS

Argo cresce 20% e fatura R$ 19 mi

Maurício Renner
// quarta, 10/01/2018 07:49

A Argo Solutions, especializada em tecnologia para gestão de viagens e despesas corporativas, fechou o ano com uma alta de 20% na receita, atingindo R$ 19 milhões.

Alexandre Arruda, CEO da Argo Solutions.

Além do faturamento, a Argo cresceu em usuários (26%, para 3,8 milhões), empresas usuárias (30%, para 4 mil), revendas (30%, para 210) e cobertura geográfica (o número quase dobrou, passando de 10 para 19).

Para 2018, o objetivo da empresa é crescer 33%, chegando a R$ 25 milhões.

“Este foi um ano importante para consertar a casa, um período de grandes ajustes na empresa. Foi um ano desafiador no qual preparamos a companhia para os próximos 10 anos”, diz Alexandre Arruda, CEO da empresa. 

Arruda, nomeado CEO em março de 2017, é parte da reformulação dentro da empresa. 

Arruda está na Argo desde 2011, e participou da operação da operação da empresa no México, além de ter sido COO.

O profissional é experiente no segmento de turismo, tendo fundado em 2001 uma agência de viagens bem sucedida no interior de São Paulo, a Ynova e participando dos boards da HotelQuando, um site que permite aluguel de quartos de hotel por hora, e da Flopper, uma espécie de Uber para voos privados.

A empresa também tem um novo CTO, Armando Monteiro, ex-diretor de TI da Carlson Wagonlit Travel, uma das grandes multinacionais do setor de tecnologia para turismo. Luigi Botto, fundador e até então CEO da empresa, está agora no conselho de administração.

Foi contratado ainda um COO, Gabriel Barreiros, contratado no começo do ano para a posição de líder de marketing e logo promovido. Barreiros na área de negócios de empresas como Lixas Tatu e Bausch + Lomb.

Provavelmente, a sacudida é obra do fundo DLM, fundo de private equity gerido pelos ex-Datasul Paulo Caputo e Jorge Steffens, que em 2014 comprou uma participação de 35% no que era então a Clic Holding Company, formada pelas paulistas Argo IT e Connect-c mais a gaúcha Travel Explorer.

Já no ano seguinte, todas as empresas foram unidas sob a marca Argo Solutions, dividida entre as linhas Argo IT, focada em ferramentas de gestão de viagens e da Connect-c, que desempenha o papel de conciliação de dados entre ferramentas de booking online, agências e meios de pagamento.

De acordo com as contas da empresa, a Argo tem 55% do mercado no país no seu segmento do mercado de Online Booking Tool (OBT).

Uma terceira empresa do grupo, a Travel Explorer, especializada em software para agências de viagens, foi vendida em 2016 para a Rio Soft, uma companhia de soluções de gestão empresarial que tem entre seus produtos uma ferramenta de gestão de viagens.

Maurício Renner