RH

Rappi demite 150 no Brasil

10/01/2020 10:46

Na América Latina, foram centenas de cortes.

Rappi afirmou que as demissões representam 6% dos colaboradores. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Rappi, startup colombiana de entrega de comida, demitiu algumas centenas de funcionários em toda a América Latina nos últimos dias, segundo fontes ouvidas pelo site Brazil Journal.

No Brasil, as fontes estimam as demissões em 150, concentradas em cargos mais juniores. A alta gerência teria sido poupada.

Os cortes acontecem oito meses depois de a companhia receber um aporte de US$ 1 bilhão do Softbank para expandir as operações.

Ainda de acordo com o site, a Rappi afirmou que as demissões representam 6% dos colaboradores e ocorrem porque a companhia decidiu investir no time de tecnologia e experiência do usuário.

"A empresa optou por reduzir algumas áreas e ampliar outras para atingir seus planos. Essa decisão não afeta nossos planos de crescimento, inclusive estamos contratando um grande número de funcionários para as áreas foco", afirmou a empresa ao Brazil Journal.

Fontes próximas à companhia afirmam que o negócio da Rappi vem crescendo, mas que nos últimos meses a competição com iFood, sempre acirrada, ficou ainda mais agressiva, o que vem se traduzindo em margens mais apertadas para conquistar e reter consumidores e restaurantes.

O site também afirma que a Rappi tem buscado várias iniciativas internamente para melhorar a rentabilidade do negócio.

A Rappi tem ao todo cerca de cinco mil funcionários. A parte de desenvolvimento de software está espalhada na América Latina, em cidades como Buenos Aires, Cidade do México e Bogotá. 

No Brasil, mercado prioritário da companhia, está localizada a equipe comercial e mais dedicada à criação e execução de produtos.

Segundo o Brazil Journal, as demissões acontecem num momento em que a Rappi está reorganizando sua estrutura de comando no País.

A Coluna do Broadcast noticiou que Sérgio Saraiva, que acaba de sair da Cielo, deve assumir a posição de CEO da companhia no Brasil.

Hoje, quem comanda a operação no País é Ricardo Bechara, que liderou a expansão da companhia para 40 cidades em pouco mais de dois anos. Dentro da Rappi, especula-se que ele deve assumir outra função no grupo.

Sebastian Mejía, um dos fundadores, mudou-se para o Brasil em meados do ano passado e tem supervisionado as operações, com foco principal na vertical de novos negócios.

Segundo o site, o comando já vem sendo dividido em verticais regionais. Ana Paula Bogus, que era VP na Kimberly-Clark, onde atuou por 12 anos, chegou em dezembro como general manager para tocar toda a operação de São Paulo, praça que representa mais de 50% da receita da Rappi.

Simmon Nam, que passou pelo Quinto Andar, 99 e Alpargatas, também assumiu como general manager em outubro, para tocar a operação ex-SP, ainda bem menos madura.

Em outubro, a Rappi também trouxe Ricardo Roza, um veterano da Ambev que liderava a área de trade marketing, para assumir como diretor de restaurantes, a vertical mais representativa dentro do negócio da companhia.

Veja também

DELIVERY
Vem aí o 99 Food

Empresa brasileira vai entrar no mercado de entrega de refeições.

INVESTIMENTO
OurCrowd abre escritório em São Paulo

Com isso, o investidor de venture capital de Israel chega ao seu 13º escritório global.

NO LLAMES EL APP
Aplicativos de entrega proibidos em Buenos Aires

Juiz decide tirar das ruas entregadores por falta de cumprimento de regras de segurança.

TENDÊNCIA
Reinvenção foi pauta no Universo Totvs

CEOs da Magazine Luiza e Hinode falaram do assunto com Laércio Cosentino.

STARTUP
Sohtec recebe investimento

A empresa oferece uma plataforma para imobiliárias tradicionais trabalharem com serviços de locação online.

EVENTO
Universo TOTVS dedica espaços a desenvolvedores

O Coffee & Code será dedicado a palestras, enquanto o Code & Nocode terá foco em aprendizagem.

EVENTO
Universo TOTVS leva startups para painel “O Brasil que faz”

O objetivo é mostrar as empresas romperam as barreiras do mundo dos negócios para promover inovação.

EVENTO
Anitta será palestrante do Universo TOTVS

A cantora apresentará sua trajetória como empreendedora e administradora da própria carreira.

TENDÊNCIA
Open banking e a “guerra das contas”

Começa agora um conjunto de alterações para o mercado bancário.

DELIVERY
Glovo encerra operação no Brasil

A força de concorrentes como iFood, UberEats e Rappi motivou o fim da Glovo no país.