Mato Grosso é um dos pólos do agro brasileiro. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

A Bertuol, uma empresa do Mato Grosso com atuação em fertilizantes e armazenagem de grãos, vai implementar o software de gestão S/4 Hana da SAP, em um projeto com consultoria da AdopTI.

O projeto começou em dezembro e abrange 10 filiais, impactando cerca de 80 profissionais, em áreas como vendas, logística, financeiro, contabilidade, produção, suprimentos, fiscal e balança. 

O go live deve acontecer em 1º de janeiro de 2023. 

O objetivo da Bertuol era simplificar consultas de entradas e saídas de produtos. 

Uma particularidade do negócio da empresa é que ela muitas vezes adianta os insumos como fertilizantes para os produtores, recebendo depois o pagamento em grãos, o que se conhece como “barter”.

“Mesmo com diversas possibilidades de ERP’s e consultorias SAP, o portfólio consistente da AdopTI com foco no setor agro foram decisivos para o desfecho da parceria”, afirma o analista de TI da Bertuol, Nikilauda Sevidanis.

A AdopTI é sediada em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, uma cidade que, assim como Sorriso, onde é sediada a Bertuol, é um polo nacional no tema agronegócio.

Fundada em 2007, a AdopTI tem alguns outros cases de implementações SAP no segmento agro, incluindo a Usina Santo Ângelo, um dos grandes processadores de cana de açúcar de Minas Gerais e o Grupo SinAgro, uma companhia com atuação similar à Bertuol, mas na região do Cerrado.

A Bertuol Fertilizantes tem cinco unidades de armazenagem de grãos com capacidade de 355 mil toneladas estáticas e três unidades de armazenagem e industrialização de fertilizantes com capacidade de 210 mil toneladas estáticas.