O valor para motoristas do RS deve ser ainda maior, já que o combustível é o mais caro do país. Foto: flickr.com/photos/29857887@N05

Apontamentos da FGV mostram que só vale a pena ter um veículo em SP, se o proprietário rodar ao menos 17 quilômetros por dia, considerando um carro pequeno de R$ 30 mil.

Seja com álcool ou gasolina, o professor Samy Dana afirmou a Folha de S.Paulo que a inflação em alta e o reajuste do preço dos combustíveis tornaram mais caro manter um carro hoje em dia. O táxi pode ser uma opção mais barata e rentável. 

Foi considerado os valores dos postos paulistas o qual a média no preço da gasolina é de R$ 2,80 e do álcool, R$ 1,94.

Para o educador financeiro, Reinaldo Domingos, o problema está em pontos pouco lembrados. 

“O custo da manutenção nunca para de aumentar. Os estacionamentos são outro item preocupante, já que está cada vez mais escasso e pode custar até R$ 50 por dia” comenta.

O IPCA (índice oficial de inflação) subiu 0.86% em janeiro. A gasolina ficou 6% mais cara nos postos da cidade de São Paulo nos últimos 30 dias. 

O Rio Grande do Sul tem a gasolina mais cara do Brasil, segundo a ANP. Entre janeiro e dezembro, chegou a 7,3% de reajuste. 

 Só em Porto Alegre, o aumento foi majorado em 8,27%, ultrapassando as médias do Estado e do Brasil.