A Oi está passando por um processo de corte de funcionários. Foto: Divulgação.

A Oi está passando por um processo de corte de funcionários para reduzir seus gastos com pessoal em 15% a 20%.

Segundo o Valor, a empresa planeja demitir 2 mil colaboradores. Em nota, a empresa relatou ao jornal que "está realizando uma readequação da sua estrutura administrativa baseada na busca contínua de eficiência para manter níveis de rentabilidade e produtividade para fazer frente ao cenário macroeconômico atual".

A Oi tem cerca de 17 mil colaboradores diretos, de acordo com informações do ano passado. Com isso, o número de 2 mil cortes representa aproximadamente 11% da equipe. No entanto, a empresa revela que conseguirá reduzir até 20% dos custos de pessoal, o que demostra que não serão cortadas somente posições de menor escalão.

O Valor informa que na segunda-feira, 10/05, já foram afastados gerentes e diretores da operadora. O processo de reestruturação deve terminar nesta terça-feira. 

A companhia está em amplo processo de reestruturação, negociando com credores uma dívida que, no fim de 2015, chegou a R$ 50 bilhões. 

Em nota ao Valor, a Oi informou que "iniciou em 2015 plano de transformação do seu negócio e de sua estrutura de capital, com a adoção de diversas iniciativas que geraram avanços operacionais relevantes e possibilitaram a entrega de guidances que haviam sido anunciados ao mercado”.

A operadora ainda relatou que este ano estão sendo incorporadas posições técnicas na empresa de operação e manutenção de rede de acesso do grupo, envolvendo a região sul e sudeste do Brasil. 

“Este movimento é bastante desafiador considerando as questões financeiras envolvidas, porém estruturante para a companhia atingir seus objetivos estratégicos", completa a nota da Oi.