Castelo Branco, CEO da Senior. Foto: Divulgação.

A Senior cresceu 33% no primeiro trimestre de 2019 em relação ao mesmo período do ano passado, superando os R$ 100 milhões de faturamento. 

O resultado leva em consideração os números da Mega, empresa com sede em Itu adquirida em dezembro de 2018. 

A expectativa da Senior é encerrar o ano com faturamento superior a R$ 420 milhões em 2019.

Carlênio Castelo Branco, CEO da companhia, afirma que a projeção lançada em 2018, quando a Senior completou três décadas de fundação, segue o ritmo esperado. 

“No ano passado nos comprometemos a trabalhar para dobrar de tamanho até 2020. Para isso, investimos em pessoas, novos segmentos, fortalecimento nos mercados em que já atuamos e uma robusta estratégia de aquisições, que nos permite pulverizar os negócios e avançar rapidamente”, destaca.

A empresa tem expectativa de faturamento anual de R$ 1 bilhão até 2023.

Entre os investimentos da companhia no último trimestre está o Senior Labs, laboratório de inovação e pesquisas aplicadas. Nos últimos quatro anos a Senior investiu cerca de R$ 166 milhões em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PDI).

Com 20 operações próprias, a Senior tem 1,7 mil colaboradores e 100 canais de distribuição em todo o país.