Sônia Hess, CEO da Dudalina. Foto: dudalina.com.br.

A empresária catarinense Sônia Hess, CEO da Dudalina, de Blumenau, foi apontada pela revista Forbes como a sexta mulher mais poderosa do Brasil.

O ranking é liderado por Graça Foster, presidente da Petrobras, seguida de nomes como Chieko Aoki (Blue Tree), Luiza Trajano (Magazine Luiza), Adriana Machado (GE Brasil) e a modelo gaúcha Gisele Bündchen.

A publicação destaca a virada promovida por Sônia na empresa ao estrear em 2010 uma linha de feminina na empresa da família, hoje um item de desejo entre as executivas em todo país.

Hoje essas coleções são responsáveis por 30% do faturamento da Dudalina, que chega a US$ 190 milhões.