Equipamentos têm margem de erro de 0,3ºC. Foto: Mateus Pereira/ GOVBA.

O metrô de Salvador adotou a solução de detecção térmica da Dahua Technology, empresa chinesa de segurança, para medir a temperatura dos passageiros em meio à grande circulação, uma vez que a febre pode indicar infecção por Covid-19.

Seis câmeras foram instalados pela integradora Avantia Tecnologia e Segurança no início de junho nas estações de maior movimento do metrô, onde circulam cerca de 113 mil pessoas por dia. O plano é expandir a iniciativa para outras estações da capital baiana.

Os equipamentos são dotados de dispositivos black body da Dahua Technology, que medem a temperatura de pessoas em massa e com alta precisão, apresentando possível margem de erro de 0,3ºC. 

A solução identifica a temperatura de inúmeros passageiros em tempo real por meio do uso de um sensor calibrado, que realiza a checagem da temperatura e envia a informação a um painel, gerando um alerta caso identifique algum estado febril. 

Após a identificação de febre, as pessoas são encaminhadas à sala de primeiros socorros das estações, fazem o teste rápido para a detecção da Covid-19 e o teste de proteína C-reativa, também conhecido como PCR, além de receberem as informações e o atendimento necessário.

Enfermeiros e técnicos de informática foram treinados para a utilização dos equipamentos.

“Com a medição de temperatura e aplicação de testes, conseguiremos reduzir o contágio por coronavírus no transporte público, uma vez que é difícil manter o distanciamento”, afirma Eduardo Copello, diretor presidente da Companhia de Transporte do Estado da Bahia (CTB).

Recentemente, o Shopping 3 Américas, localizado em Cuiabá, adotou uma solução parecida, porém de outra chinesa, a Hikvision. O Aeroporto Internacional de Brasília apostou em uma ferramenta da mesma empresa. 

Ambas são capazes de detectar a temperatura na superfície da pele de 30 pessoas ao mesmo tempo.

Já a BrMalls, administradora de shopping centers em todas as regiões do Brasil, apostou em equipamentos portáteis da Uniview, também da China. Estes utilizam sensor infravermelho para aferir a temperatura corporal.

Fundada em 2001, a Dahua Technology tem produtos e serviços aplicados em 180 países e regiões. São mais de 16 mil funcionários, sendo mais da metade envolvidos em pesquisa e desenvolvimento. Cerca de 10% da receita anual é aplicada em P&D.

O metrô de Salvador, administrado pela CCR Metrô Bahia, opera duas linhas com um total de 33 km de extensão, 20 estações, frota de 40 trens e possui cerca de 1,5 mil colaboradores, além de mais de 2 mil câmeras de monitoramento.