MOBILIDADE

Voll recebe investimento de R$ 4 milhões

10/06/2020 13:34

Aporte foi liderado pela Iporanga Ventures e pela Wayra Brasil.

Eduardo Vasconcellos, Jordana Souza, Luiz Moura e Luciano Brandão, fundadores da Voll. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Voll, plataforma para gestão de transporte corporativo, recebeu um aporte de R$ 4 milhões da Iporanga Ventures, gestora de venture capital, e da Wayra, hub de inovação aberta do grupo Telefónica.

Criada em 2017, a startup foi fundada por Luciano Brandão (CEO) Eduardo Vasconcellos (CFO), Jordana Souza (CRO) e Luiz Moura (CMO). 

Brandão já havia fundado a BTM, também de transporte corporativo, onde atuou por mais de 11 anos. Vasconcellos foi CFO e CEO da antiga empresa, onde Moura também atuou como gerente de diversas áreas. Já Souza era gerente de crescimento na Cabify.

A Voll possui atualmente 30 funcionários localizados em São Paulo, Belo Horizonte e outras cidades no Sudeste.

Entre outros serviços, a startup oferece a comparação de preços de corridas entre Uber, Cabify, Easy, Wappa e 99, prometendo uma economia média de 30% para as empresas que adotam o uso do aplicativo.

No caso da PepsiCo, cliente da startup, houve a redução de gastos com transporte em 43% a partir da adoção da tecnologia.

Além da empresa de alimentos, a Voll conta com clientes como Vivo, Sodexo, McDonald’s, IBM, Estácio, Klabin, Cargill, Heineken e ArcelorMittal.

Com a pandemia, a startup está crescendo em número de clientes, principalmente por conta das empresas de serviços essenciais que necessitam do serviço para transportar funcionários, além daquelas que têm preocupação com a redução de custos.

O novo investimento deverá ser usado para acelerar o crescimento da startup, com foco no desenvolvimento das áreas comercial e internacional.

A expectativa da Voll, que atua em mais de 60 países, é alcançar novos mercados e ampliar a carteira de clientes, saindo de 250 para 1,5 mil e chegando a até 3 milhões de pessoas e 150 mil corridas por dia.

Dentro do objetivo da startup, há ainda o lançamento previsto para este ano de novos produtos sinérgicos ao transporte terrestre. 

“Já estamos em fase final de testes e em breve compartilharemos com o mercado algumas novidades que devem criar um novo conceito de mobilidade para as empresas", conta Luciano Brandão, CEO e cofundador da startup.

Para a Iporanga, o que chamou a atenção foi a integração das ofertas de táxi com a do Uber na mesma plataforma, algo pioneiro na América Latina.

"O investimento na Voll faz parte da estratégia da Iporanga de investir em empresas que tragam benefícios tangíveis para os clientes e que sejam focadas em design de produto e experiência do usuário", conta Leonardo Teixeira, sócio do Iporanga Ventures.

Para a Wayra, os motivos da aposta vão na linha da possibilidade de proporcionar redução de despesas às empresas e no potencial de escalamento da startup, da qual a Vivo já é cliente.

“Estamos apostando na Voll por ser uma plataforma com alta capacidade de integrar modais e reduzir custo e tempo na locomoção de colaboradores, como temos feito dentro da Vivo", destaca Carolina Morandini, head de portfólio e scouting e country manager interina da Wayra Brasil.

Criada em 2011, a Wayra opera em 10 países e já investiu mais de € 45 milhões. Atualmente, 500 startups fazem parte de seu portfólio de inovação aberta global e mais de 20% fazem negócios com a companhia. 

Presente no Brasil desde 2012, já investiu em mais de 75 startups e possui 34 em portfólio. Entre as áreas mais buscadas no país estão empresas de inteligência artificial (IA), internet das coisas (IoT), data analytics avançada, cibersegurança e fintechs.

A Iporanga Ventures estreou no venture capital em 2011 e já investiu mais de R$ 500 milhões em empresas de tecnologia, entre elas a Loggi e a Quero Educação.

Veja também

MOBILIDADE
Tembici capta US$ 47 milhões

Investidores estão apostando em uma ascensão das bicicletas no cenário pós-pandemia. 

INTEGRAÇÃO
Digibee recebe aporte de US$ 5 milhões

Após seu melhor trimestre, scale-up está investindo em expansão para os Estados Unidos.

COMÉRCIO
Ailos agiliza aprovação de crédito com AMcom

Solicitações dos cooperados agora são submetidas no aplicativo ou no portal web.

FINTECH
Click Cash recebe aporte de R$ 2,5 milhões

Este já é o segundo valor captado pelo aplicativo lançado em março deste ano.

COMÉRCIO EXTERIOR
LogComex recebe investimento de R$ 3 milhões

Valor captado pela startup vem dos fundos Invest Tech e Caravela Capital.

INTELIGÊNCIA
Cortex recebe aporte de R$ 120 milhões

Fundada em 2003, empresa é mais uma aposta do SoftBank no Brasil.

APORTE
SourceLevel levanta US$ 45 mil

Startup já investida pela Liga Ventures recebeu o valor da Poli Angels.

DISTRIBUIÇÃO
Infracommerce terá 80 dark stores no Brasil

Após crescimento de 100% durante a pandemia, companhia deve investir R$ 10 milhões em projeto piloto.

FINTECH
Meu Tudo capta R$ 12 milhões

Marketplace de crédito consignado recebeu investimento da Domo Invest e dos próprios sócios.

APORTE
Santander InnoVentures investe na a55

Fintech brasileira de empréstimos para PMEs recebeu US$ 5 milhões de diversos investidores.