Odorico Roman. Foto: divulgação.

Projeto mais badalado pela SAP no cenário esportivo do país, a implementação de tecnologia de inteligência de futebol no Grêmio já deve ter sua primeira fase concluída no início do segundo semestre do ano.

O uso de processamento de informações de jogo em tempo real usando o banco de dados em memória SAP Hana chegará a tempo de ser usado durante as partidas do clube gaúcho no segundo turno do campeonato brasileiro.

A informação foi passada com exclusividade à reportagem do Baguete pelo vice-presidente Odorico Roman, que afirmou que o clube já está na fase de consolidação de seus dados estatísticos para que em seguida eles possam ser usados a favor do time e comissão técnica.

"Até o final do mês estaremos com o servidor implementado, com a tecnologia de banco de dados da Opta (empresa especializada em dados para esporte) e o uso do software Lumira, da SAP, para a interface de visualização", afirmou Roman.

De acordo com o VP, o sistema de dados da Opta é capaz de documentar 62 tipos de eventos no jogo - entre passes, chutes a gol, divididas de bola - assim como mais de 1,2 mil subeventos a partir destas categorias.

"Além da tecnologia para avaliar os jogos, estamos consolidando nossa base estatística com informações retroativas dos últimos Campeonatos Brasileiros, Copas do Brasil e Copas Libertadores, que poderão também ser usadas", afirmou Roman.

O uso das informações deverá cair como uma luva para o atual técnico do clube, Roger Machado, que tem formação na área de estatísticas para futebol e atuou como auxiliar técnico do tricolor de 2011 a 2013.

"Com o uso desta inteligência, será possível fazer relatórios de desempenho e dados de primeiro tempo de um jogo e entregar estas análises para o técnico durante o intervalo para fazer os ajustes necessários no retorno ao jogo", explicou Roman.

A implementação do software de inteligência, chamado PlayerPortal e baseado na tecnologia Match Insights (usada pela seleção alemã campeã do mundo), está em andamento com o apoio do SAP Labs, que segundo Roman, está acompanhando de perto o projeto, o primeiro do tipo na América Latina.

Segundo Roman, com o investimento em tecnologia, o clube está passando por uma "revolução silenciosa". Além do PlayerPortal, o Grêmio investiu na implementação de um ERP para sua gestão, em um projeto iniciado este ano pela consultoria Fusion.

O sistema de gestão, que agrega módulos como finanças, marketing, controle de sócios, entre outros, deve ter o seu go live em janeiro de 2016. A venda das licenças ficou por conta da ITS Group.

Outro anúncio nesta direção foi feito nesta sexta-feira. O grupo apresentou o Portal da Governança, sessão dentro do site do clube que reúne documentos e informações sobre a gestão do clube, como dados de orçamento, balanços financeiros, entre outros.

Para o presidente do clube, Romildo Bolzan, este é um passo para estreitar e fortalecer a relação do clube com seus torcedores, sócios e investidores.

Por enquanto, conforme visto no site do clube, o portal apenas reúne documentos estáticos com estas informações, mas Roman não descarta a possibilidade que, no futuro, ele possa agregar informações dinâmicas sobre a administração do clube, usando o SAP Hana como combustível.

"Não creio que a integração seja um problema. O que depende é o tipo de informação que pode ser consolidada e disponibilizada com maior agilidade. Dados como receita com merchandising do clube e números de sócios, por exemplo, podem ser atualizadas semanalmente sem problemas", finalizou Roman.