Grasiela Tesser. Foto: divulgação.

A NL, empresa de softwares de gestão sediada em Caxias do Sul, na Serra Gaúcha, anunciou o lançamento de um programa de canais, de olho em novos negócios e expansão territorial além do Sul e Sudeste.

A meta da companhia é credenciar três novos canais ainda ainda em 2015, elevando o número, em 2016, para até 15 novos parceiros, que atuarão tanto na venda quanto em prestação de serviços de implantação, treinamento e suporte técnico relativos às soluções da companhia.

"A projeção é que nos próximos três anos os canais sejam responsáveis por mais de 20% do faturamento em novos negócios da NL", afirmou a companhia em nota.

A nova estratégia engloba um relacionamento direto da NL com os canais, passando pelas partes de treinamento, material e apoio de marketing. Anteriormente a empresa tinha acordos com distribuidoras, que continuarão atuando com os produtos da marca.

“As alianças locais com canais especializados nos permitirá atingir objetivos de crescimento com a garantia de eficiência e adequação às necessidades de cada região”, destaca a diretora Comercial e de Marketing da NL, Grasiela Tesser.

Segundo a executiva, inicialmente as regiões foco para capilarização das vendas da NL por meio de canais serão Paraná, Nordeste, Rio de Janeiro e interior de São Paulo, pois apresentam grande possibilidade de crescimento, sobretudo no varejo, segmento em que a tecnologia da NL é referência.

O plano inclui, ainda, fortalecer a presença no Rio Grande do Sul e Sudeste. A NL não revela a base de clientes, mas em 2013 ela girava em torno de 100 organizações.

O programa foi projetado com consultoria de Dagoberto Hajjar, consultor especializado em planejamento e ações voltados a estratégias de crescimento corporativo que traz na bagagem 10 anos de atuação no Citibank e 9 anos na Microsoft.

Para compor sua nova rede de canais, a empresa está em busca de parceiros com expertise nos mercados-alvo da NL, como comércio varejista e atacadista, distribuição, refeições coletivas e serviços de alimentação e postos de combustível, assim como desenvolvedores e revendedores de software para PMEs.

“O mercado brasileiro possui um imenso contingente de empresas desses segmentos, muitas delas ainda pouco maduras em relação a investimentos em tecnologia, o que representa um potencial de compra muito grande”, destaca Tesser.

Com uma carteira de mais de 25 mil usuários em mais de 9 mil PDVs ativos e 180 mil NFs geradas mensalmente, a NL tem clientes como Lojas Marisa, Grupo Grazziotin, Converplast, Top Internacional, Lojas Esplanada e Sodexo/Puras.

Em sua estratégia de levar produtos a mais clientes e geografias, no mês passado a NL firmou um acordo com a multinacional dinamarquesa de Business Intelligence Targit, oferecendo as soluções da para a sua base de clientes. Por sua vez, a Targit e sua base de revendedores no Brasil irão indicar as soluções da NL a seus clientes.