Helisson Lemos, diretor geral do MercadoLivre no Brasil.

O MercadoLivre está acima da média quando o assunto são transações por meio de celulares.

De acordo com dados divulgados pela empresa nesta terça-feira, 10,  o volume das transações na plataforma do MercadoLivre via dispositivos móveis somaram 5% do total realizado no Brasil.

É uma cifra acima da média do comércio eletrônico brasileiro, que, segundo pesquisa WebShoppers, foi 3,6% em junho de 2013.

A maior participação dos celulares traz retornos para a empresa: o valor médio das compras feitas por meio de dispositivos móveis chega a ser 32% superior ao das compras via PC.

Mesmo para as compras feitas usando o site via celular, sem usar o aplicativo, o ticket médio é 20% maior.

O valor médio maior tem a ver com o tipo de coisa que as pessoas compram pelo seus celulares. Lideram a lista outros celulares, seguidos por acessórios para veículos, games, informática e eletrônicos.

Até o mês de agosto, o MercadoLivre contabilizou mais de 7,8 milhões de downloads de seus aplicativos móveis, compatíveis com Android, IOS, Blackberry, Nokia e Windows Phone.

Os usuários do MercadoLivre na região, também de acordo com o levantamento, usam o dispositivo móvel mais no período da noite, com maior incidência às 22h, voltando a aquecer nos fins de semana por volta de 10h.

Para quem usa o PC, o horário mais  comum é o do almoço – por volta de 12h –, com picos registrados às segundas-feiras.

“O crescimento das transações via mobile no MercadoLivre é reflexo das mudanças do perfil de consumo online e de todos os investimentos que temos feito ao longo dos últimos anos”, explica Helisson Lemos, diretor geral do MercadoLivre no Brasil.