GIS

Imagem: gestão de ativos da CPFL Energia

10/09/2014 16:31

Solução automatiza o processo de geração, validação e conciliação do Banco de Dados Geográfico de Distribuição (BDGD).

A CPFL Energia atua há 101 anos no setor elétrico. Foto: SP-Photo/Shutterstock.com

Tamanho da fonte: -A+A

A CPFL Energia, grupo privado do setor elétrico, contratou o Portal de GIS Regulatório (PGR) da Imagem para automatizar o processo de geração, validação e conciliação do Banco de Dados Geográfico de Distribuição (BDGD).

O BDGD é parte do Sistema de Informação Geográfica Regulatória (SIG-R), que tem o objetivo de dar suporte às atividades de regulação e fiscalização efetuadas pela ANEEL. 

Usuária do PGR da Imagem desde 2012, a CPFL Energia automatizou o processo de elaboração do BDGD.

O PGR trata da geração, verificação e conciliação entre as bases de dados de ativos físicos e contábeis da empresa, garantindo a correção e coerência das informações na elaboração do BDGD a partir dos sistemas de origem da companhia.

O PGR é dividido em três módulos, todos adotados pela CPFL: Extração de dados/elaboração do BDGD; Verificação e consistência do BDGD; e Conciliação Físico x Contábil.

A solução também foi implantada nos grupos EDP (Bandeirante e Escelsa), NeoEnergia (COELBA, CELPE e COSERN), e ainda na Elektro e na AES Sul.

A CPFL Energia, há 101 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização, serviços e telecomunicações. É líder no mercado de distribuição, com 13% de participação, totalizando mais de 7 milhões de clientes nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná.

Fundada em 1986, a Imagem integra a Inteligência Geográfica aos processos de negócio dos clientes.

Veja também

ENERGIA
Curitiba testa no-breaks de semáforos

Os estabilizadores de energia da NHS podem funcionar por até seis horas ininterruptas.

CONTRATAÇÃO
Ícaro tem novo gerente para energia

Paulo Silas veio da FITec, onde atuou como gerente de desenvolvimento de negócios. 

BATERIA
Carro elétrico paulista levanta R$ 6,3 mi

A participação do CPqD, com apoio do BNDES, será no desenvolvimento da bateria.

COMBUSTÍVEL
Curitiba faz economia com carros elétricos

Em dois meses, foram gastos R$ 791 com energia elétrica para carregar os veículos.

ENERGIA
CEEE: posto solar para carros elétricos

A construção do posto e a compra de um veículo elétrico custaram cerca de R$ 109 mil.

INVESTIMENTO DE R$ 2,9 MI
Energisa migra para Android

Cerca de 1,2 mil técnicos receberam um Galaxy S3 Mini com um app desenvolvido pela MC1 instalado. 

COLABORAÇÃO
Santos Energia adota Intralinks Dealspace

Sistema foi responsável pelo tráfego de mais de 15 mil documentos em pouco mais de dois anos. 

INVESTIMENTO DE R$ 1,8 BI
Tractebel mira usina térmica em Candiota

Tractebel quer viabilizar a construção de uma usina a carvão com capacidade de até 600 MW.