Pedro Rio, CEO da Clarke Energia. Foto: divulgação.

A Clarke Energia, startup baiana especializada em gestão digital de energia, recebeu um aporte de R$ 3 milhões em rodada liderada pela Canary com participação da EDP Ventures Brasil.

Criada em dezembro de 2019, a Clarke orienta empresas a economizar na conta de energia por meio de estudos tarifários, eficiência energética, monitoramento de consumo ou compra de energia no mercado livre.

A startup simula quanto a empresa economizaria se migrasse para a modalidade de Tarifa Branca e promete uma redução média de 10% a 20%, podendo chegar a 30%, na conta mensal de luz — sem cobrar nada enquanto não houver economia.

Entre os seus clientes, estão Domino's Pizza, Óticas Carol, Grand Brasil, Volanty, Jorlan e Distrito.

“A missão da Clarke é mudar a forma como as empresas se relacionam com a energia. A gente entende que a conta de luz é complexa, mas se você entende um pouco consegue economizar bastante e reduzir o seu impacto ambiental”, afirma Pedro Rio, CEO da Clarke Energia. 

Para a EDP Brasil, o trabalho da Clarke tem grande importância especialmente para médias e pequenas empresas, além dos serviços oferecidos terem sinergia com algumas áreas da operação da EDP, como a comercialização e serviços de energia. 

“Acreditamos no potencial de crescimento da empresa, especialmente pela tração comercial apresentada em poucos meses de operação e pela maneira transparente como conseguem se comunicar com seus clientes e ajudá-los a ter mais autonomia para gerir seus custos com a energia elétrica”, afirma Rosario Cannata, gestor de investimento da EDP Ventures Brasil.

A gestora de venture capital destaca que o apoio da Canary também sinaliza a atratividade do investimento e o grande potencial da startup.

A EDP Ventures Brasil foi criada em 2018 com R$ 30 milhões em recursos a serem destinados a startups voltadas ao setor elétrico. Em seu portfólio, estão Voltbras, Colab, Dom Rock, Delfos e Fractal Engenharia e Sistemas. 

Desde 2008, os veículos de venture Capital do Grupo EDP já aplicaram globalmente € 38 milhões em 33 startups, que juntas possuem mais de 1,2 mil colaboradores e geram mais de € 140 milhões de receita por ano.