Rafael Guandalini, sócio-diretor do Estilo S.A. Foto: Divulgação.

O Roupas S.A., marketplace de moda especializado em vestuário, passa a se chamar Estilo S.A., voltado para produtos nacionais de moda, beleza e design. Com a reestruturação, a empresa afirma que pretende faturar até o final de 2014 cerca de R$ 1 milhão e alcançar a marca de 20 mil produtos cadastrados. 

A meta divulgada em maio, no lançamento do Roupas S.A., também era de faturamento de R$ 1 milhão em 2014, e um crescimento para mais de 100 mil produtos cadastrados e cerca de 500 mil usuários na plataforma.

Com a mudança para Estilo S.A., a empresa projeta aumentar 500% a base de vendedores, alcançando mais de 50 mil lojistas e 500 mil pessoas cadastradas no marketplace até junho de 2015, menos otimista do que o previsto em maio. 

“O principal benefício do reposicionamento será a possibilidade de agregar mais lojistas à plataforma. Consequentemente, teremos um aumento na quantidade e variedade de produtos”, explica o sócio-diretor do Estilo S.A., Rafael Guandalini.

A decisão de reestruturar a marca foi tomada pelos irmãos Rafael e Gustavo Guandalini, criadores e sócios da empresa, que durante os meses de operação do Roupas S.A. receberam inúmeros pedidos de profissionais que tinham interesse em fazer parte da plataforma, mas que não produziam apenas vestuário.

Além da mudança no nome, a marca também modificou as categorias do site. A partir de agora, o formato apresentará ao público três categorias: Roupas S.A. (voltado para roupas, calçados e acessórios), Design S.A. (especializado em decoração e móveis) e Beleza S.A. (produtos para beleza e bem-estar). 

Com uma média de 100 mil visitantes únicos/mês e 500 mil pageviews mensais, a ampliação de categorias permitirá que a plataforma alcance, até o final do ano, 500 mil visitantes únicos mensais e 2 milhões de pageviews por mês. 

O Estilo S.A. tem hoje 50 lojistas cadastrados e 7,5 mil itens disponíveis.

Rafael é formado em publicidade e propaganda pela ESPM-SP e pós-graduado em administração de empresas, além de ter uma especialização em RH pela FGV-SP.

Já Gustavo é formado em administração de empresas e pós graduando em gestão de marketing pela FAAP-SP. Desenvolveu a estrutura dos setores de importação, logística e Operações da Alezi Teodolini, empresa do ramo do comércio de engenharia com faturamento estimado em R$ 40 milhões ao ano.