Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Sim, fintech de empréstimos pessoais do Grupo Santander, adotou a plataforma de tomada de decisões da FICO, empresa focada em análises preditivas e ciência de dados.

No processo de concessão de empréstimos, os clientes fornecem o CPF e, para a companhia respondê-los de forma rápida, ela afirma que é preciso ter diversas bases de dados que permitam conhecer o perfil do consumidor — tanto em relação ao crédito quanto ao preço.

A chegada do Pix e do Open Banking teria potencializado o uso da plataforma.

Segundo Francisco Muñoz, CEO da Sim, se a empresa não contar com uma tecnologia robusta, que permita analisar grandes volumes de dados e tomar as melhores decisões, ela provavelmente terá dificuldades em se manter competitiva.

“Se você não tem uma plataforma que te permita utilizar todos os dados, não vai conseguir participar da economia digital. Ela deve oferecer flexibilidade para que você possa mudar suas estratégias e políticas de um jeito simples, rápido e eficiente”, afirma Muñoz. 

Lançada em setembro de 2019, a Empréstimo Sim oferece soluções de crédito com e sem garantia para pessoas físicas. A fintech possui uma carteira de crédito de R$ 1,6 bilhão, mais de 6 milhões de clientes cadastrados e mais de 40 parceiros de venda integrada.

Fundada em 1956 e baseada no Vale do Silício, a FICO detém mais de 200 patentes de tecnologias presentes em mais de 100 países. O mercado brasileiro está entre os cinco principais da companhia e figura como o principal na América Latina.

A plataforma da empresa contribui com a tomada de mais de 10 bilhões de decisões de negócio por ano e protege 2,6 bilhões de cartões contra fraudes.