Magnum Foletto.

O presidente da InternetSul, Magnum Foletto, é o novo presidente do Conselho das Entidades de Tecnologia da Informação do RS (CETI-RS) para o ano de 2019. 

O empresário, que já está no comando da InternetSul desde o início de 2018, sucede, no CETI, a José Antônio Antonioni, presidente da Softsul.

O CETI foi formado ainda em 2004 e a sua presidência gira entre as principais entidades de TI do Rio Grande do Sul, incluindo Seprorgs, Assespro-RS, InternetSul, Sucesu-RS e Softsul.

O conselho oscila entre períodos de maior protagonismo com fases no qual opera como um espaço de discussões de bastidores e alinhamento das agendas das entidades.

A gestão 2019 está se deparando com um cenário animado, pelo menos no que diz respeito às movimentações na capital gaúcha, com o lançamento da Aliança Pela Inovação e o Pacto Alegre, duas iniciativas focadas em fomentar o ecossistema inovador da cidade lideradas por PUC-RS, Unisinos e UFRGS, as principais universidades da cidade.

"Estamos vivendo um momento de transformação nos negócios, nos governos e nas cidades, como é o caso de Porto Alegre. Temos o papel de garantir que as entidades que compõem este cenário mantenham uma voz ativa, sustentando o crescimento da economia e inovação no estado", afirma Foletto.

As entidades de TI tem participado dos eventos e das discussões ligadas ao Pacto Alegre, que é um fórum de contato organizado pelas universidades com dezenas de entidades empresariais interessadas.

Mas ainda não há um objetivo consistente por parte do setor de TI. Outros segmentos tem se mexido mais rápido.

Um grupo de empresários liderado por Marciano Testa, presidente do Agibank, está preparando o lançamento do Instituto Caldeira, um espaço na área central de Porto Alegre que vai reunir startups, as principais universidades e as maiores empresas do estado.

Já um grupo de agências digitais, empresas de comunicação e startups relacionadas à chamada “economia criativa” estão se aglutinando sob a liderança de César Paz, fundador da AG2 e hoje investidor em startups, para criar um evento de grande porte até 2020, o chamado Festival da Inovação.