GESTÃO

Intuit tem novo country manager no Brasil

11/02/2021 09:06

Davi Viana tem um histórico no mercado de micro e pequenas empresas.

Davi Viana.

Tamanho da fonte: -A+A

Davi Viana, ex-head de vendas da Intuit no Brasil, acaba de assumir o cargo de country manager da multinacional de software de gestão para pequenas empresas no país.

Ele substitui Lars Leber, contratado em agosto de 2017 para assumir a posição e agora promovido para VP de Austrália, Mercados Emergentes e Expansão Global da Intuit.

Viana entrou na Intuit em dezembro de 2019, vindo da Avante.com.br, uma fintech focada no  público microempreendedor de baixa renda da qual ele foi um dos fundadores, em 2012.

O executivo tem outras experiências que são um bom background para liderar a Intuit, como ter sido diretor do produto Techfin da Totvs, ou ter liderado o portfólio de produtos para pequenas e médias empresas no Itaú para São Paulo, no qual entrou como trainee em 2006.

Um country manager promissor, portanto. A Intuit valorizou a contratação, abrindo a novidade inicialmente para revistas focadas no público empreendedor, como Exame, Pequenas Empresas Grandes Negócios e Isto É Dinheiro durante o mês de janeiro.

A reportagem do Baguete descobriu a contratação em seus passeios diários pelo Linkedin. Questionada sobre o assunto, a Intuit enviou prontamente uma nota que estava guardada em alguma gaveta.

“Quando olhamos para o mercado de PMEs, ainda existe uma oportunidade muito grande de desenvolvimento de um ecossistema que pode disponibilizar para empreendedores tudo que eles precisam para prosperar. Queremos fazer da Intuit um player que vai contribuir para alavancar este segmento”, afirma Viana no texto.

A Intuit é uma gigante, com faturamento de US$ 6,7 bilhões no último ano fiscal. No entanto, 95% dessa receita vem dos Estados Unidos, onde a empresa é líder de mercado.

A companhia entrou para valer no Brasil em 2015, com a aquisição da ZeroPaper, uma startup de sistema de gestão na nuvem para profissionais autônomos e micro empresas na qual a Totvs tinha participação.

Quatro anos depois, em agosto de 2018, a empresa lançou no país uma versão local do QuickBooks Online, um dos seus principais produtos, voltado para pequenas e médias empresas. 

Entre os pequenos empresários que são seu público alvo no país, a empresa é provavelmente ainda pouco conhecida, em meio a um mercado fragmentado e com fortes concorrentes locais como a ContaAzul, a grande aposta de investidores nesse segmento, ou os produtos de entrada da Totvs.

Veja também

PEÇAS
SAP e MarketUp têm acordo focado no B1

Vem aí mais uma tentativa da SAP de massificar o Business One. Agora vai?

NÚMEROS
Totvs cresce 13,8%

Empresa não só superou o coronavírus, como teve o melhor resultado em 10 anos.

CASE DE ESTUDO
O Pix muito além do envio de dinheiro

Brasileiro resolveu fazer de tudo com o Pix. Existe um risco de segurança nisso?

GESTÃO
Mendez, ex-Creditas, assume marketing da Intuit

Companhia é uma gigante nos Estados Unidos, mas ainda pouco conhecida no Brasil.

NOMES
Omie contrata ex-Volvo para branding

Camila Yu Mateus assume como diretora na companhia de sistemas de gestão na nuvem.

GOVTECH
Aprova Digital recebe aporte de R$ 4 milhões

Rodada seed foi realizada pela Astella Investimentos, que vai integrar o conselho da startup.

TREINAMENTOS
Skore recebe aporte de R$ 11 milhões

A Rodada foi liderada pela Astella Investimentos com participação da Alexia Ventures.

INOVAÇÃO
Sinqia vai investir R$ 50 milhões em startups

Programa de corporate venture capital contará com a Astella Investimentos e a Parallax Ventures.

ADEUS
Relembre 2020, se você é corajoso o bastante

A retrospectiva de um ano que não será esquecido: coronavírus, novo normal, ransomware, grandes negócios e mais.

SOFTWARE
BossaBox leva aporte de R$ 8 milhões

Startup de “squads-as-a-service” é a nova aposta do Astella Investimentos.

 

REFORÇO
Aurora Suh é CRO na Omie

De olho em clientes maiores, companhia de ERP na nuvem traz ex-Totvs e Linx.