NÚMEROS

Totvs cresce 13,8%

11/02/2021 05:36

Empresa não só superou o coronavírus, como teve o melhor resultado em 10 anos.

Dennis Herszkowicz, CEO da Totvs.

Tamanho da fonte: -A+A

A Totvs fechou o ano passado com uma receita líquida  de R$ 2,59 bilhões, uma alta de 13,8% frente aos resultados de 2019.

O quarto trimestre em particular, viu um ritmo acelerado, com 19% de alta, para R$ 698 milhões.

É o melhor crescimento anual da Totvs em mais de uma década, ficando atrás só dos 15,6% obtidos em 2009.

O resultado aparentemente surpreendeu a própria Totvs, ou pelo menos, foi o que disse o CEO da empresa, Dennis Herszkowicz, em nota divulgada a investidores.

De acordo com Herszkowicz, o desempenho ficou "muito acima do que imaginamos quando a pandemia começou", quando a empresa se "preparou para o pior".

"Em março nos preparamos para um cenário de incertezas com a possibilidade de falências de clientes, aumento de inadimplência e do churn, maior dificuldade de vender, implantar e atender. A recente entrada na dimensão de Techfin, com a aquisição da Supplier, trazia desafios novos e desconhecidos num momento difícil", resume Herszkowicz.

De fato, o ritmo de crescimento nos meses críticos da primeira onda do coronavírus foi mais lento, ficando em 6,5% no segundo trimestre do ano, no qual estão os meses de abril, maio e junho.

No final das contas, porém, a saída de clientes (chamada de churn no jargão) não superou a média histórica em nenhum momento, e mesmo a inadimplência ficou próxima da média. A Totvs não fez cortes, ou redução de salários.

A avaliação de Herszkowicz, com uma certa dose de amor próprio (eu também teria, frente aos resultados), é que os 40 mil clientes da empresa são mais resilientes do que a média das empresas brasileiras, "exatamente por investirem em softwares de gestão de primeira linha".

Explicações mais sólidas para o resultado são a grande variedade de verticais atendidas e, principalmente, a migração para o modelo de recorrência, que torna a empresa mais resiliente em tempos difíceis.

Essa migração custou resultados ruins para a Totvs em 2016, quando a empresa diminuiu o faturamento pela primeira vez, além de crescimentos baixos em 2017 e 2018, mas é hoje a base de um modelo mais estável, com a receita recorrente representando 80% do total de tecnologia e com software como serviço já representando 65% das novas vendas no último trimestre.

Veja também

NOMES
Omie contrata ex-Volvo para branding

Camila Yu Mateus assume como diretora na companhia de sistemas de gestão na nuvem.

NOMES
Thomson Reuters reforça time comercial

Empresa contratou quatro executivos, todos com mais de 20 anos de experiência.

EXPANSIÓN
Senior faz compra na Colômbia

É a primeira aquisição internacional da empresa catarinense de ERP.

AGRO
Plena Alimentos aposta na Totvs

Projeto inclui ERP completo, sistema de Recursos Humanos e CRM, entre outros.

ONLINE
Totvs compra Tail Target

Empresa transforma cookies em inteligência sobre hábitos de consumo.

BOLSA
Neogrid levanta R$ 486,5 milhões

Maior parte do dinheiro captado no IPO deve ser usado em fusões e aquisições.

VITÓRIA
Stone compra Linx por R$ 6,8 bilhões

Acionistas da Linx aprovaram oferta, encerrando disputa dura com a Totvs.

SAÚDE
Totvs acelera e cresce 9,4%

Resultado aproxima a empresa do crescimento dos anos bons.

DE OLHO
Qyon: R$ 10 milhões para startups

Nova empresa do fundador da Folhamatic quer atrair companhias inovadoras.

REFORÇO
Aurora Suh é CRO na Omie

De olho em clientes maiores, companhia de ERP na nuvem traz ex-Totvs e Linx.

DEBATES
Totvs e Linx trocam farpas

Em notas, Totvs abre dados de sinergia e Linx defende a escolha da Stone.