Foto: divulgação.

A Volvo Cars, gigante sueca do mercado automotivo, criou um portal de inovação com recursos e ferramentas gratuitas para que desenvolvedores externos criem novos serviços e aplicativos para automóveis.

Os recursos disponíveis na plataforma incluem um chamado emulador, que recria o Android Automotive Operating System e aplicativos do Google usados em novos Volvos, fornecendo aos desenvolvedores uma experiência precisa do sistema do carro em seus computadores. 

Segundo a companhia, este emulador é uma ferramenta útil no suporte a desenvolvedores de aplicativos para projetar, desenvolver, testar e publicar aplicativos diretamente no Google Play do carro.

A plataforma também conta com o Extended Vehicle API, marcando a primeira vez que a Volvo Cars oferece uma API ao público. 

Com o consentimento dos clientes, a API permite que os desenvolvedores e terceiros acessem os dados do painel do carro, como carga/nível de combustível e distância percorrida, e os usem para criar e fornecer novos serviços. 

Dados e fontes de dados adicionais serão disponibilizados ao longo do tempo e este recurso estará inicialmente disponível apenas na Europa. 

De acordo com a Volvo Cars, os recursos do portal não são úteis apenas para desenvolvedores, mas também para pesquisadores, especialistas em casas inteligentes e artistas experientes em computador.

“Nossos carros estão se tornando cada vez mais inteligentes e conectados e, com isso, vem uma crescente demanda por aplicativos e serviços entre nossos clientes. Ao disponibilizar esses recursos publicamente, apoiamos os desenvolvedores dentro e fora de nossa empresa e colaboramos com os melhores dos melhores em seus campos”, destaca Henrik Green, diretor de tecnologia da Volvo Cars.

Outras ferramentas incluem um conjunto de dados LiDAR e um modelo de carro 3D de produção para download do Volvo XC40 Recharge totalmente elétrico.

O conjunto de dados LiDAR é lançado junto com a Luminar, empresa de tecnologia automotiva de hardware e software LiDAR, e a Duke University.

Ele foi criado usando os sensores LiDAR de alto desempenho da Luminar, que detectam objetos ao redor do carro a até 250 metros de distância, digitalizando o ambiente com pulsos de luz laser.

Este conjunto de dados pode ajudar pesquisadores a melhorar os algoritmos relacionados à detecção de longo alcance LiDAR, um elemento crucial, de acordo com a Volvo Cars, para criar carros autônomos que são seguros em altas velocidades e em ambientes de tráfego complexos.

Já o modelo de carro 3D de alta fidelidade é desenvolvido em colaboração com a Unity, a empresa por trás da plataforma para a criação e operação de conteúdo 3D em tempo real. A Unity é usada por criadores que vão desde desenvolvedores de jogos a artistas, arquitetos, cineastas e designers automotivos.

Segundo a Volvo Cars, o modelo do carro e um ambiente 3D que o acompanha são adequados para uso em aplicativos de visualização, realidade virtual, experiências cinematográficas e configuradores de carros. 

Esses recursos também estão disponíveis como ferramentas básicas no hub de desenvolvedores da Unity, onde milhões de usuários da Unity têm acesso a tutoriais sobre como usar o modelo.

Ao longo do tempo, o portal deve ganhar mais recursos. Nos próximos meses, será lançado um modelo de carro 3D com replicações digitais dos sensores físicos do veículo, permitindo que os usuários testem os dados do sensor para fins de pesquisa e educação.

Os desenvolvedores também poderão usar o modelo para criar novas funções e serviços.

Fundada em 1927, a Volvo Cars tem produção global na Europa, Ásia e América do Norte. A empresa fechou 2020 na segunda posição do segmento premium, com 17,6% de participação no mercado brasileiro.