COMUNICAÇÃO

Votorantim Energia reduz links com Sencinet

11/02/2021 11:31

Companhia agora utiliza link único para processar a troca de informações de quatro usinas com o ONS.

Fundada em 1996, a Votorantim Energia possui 23 usinas hidrelétricas. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Votorantim Energia, empresa do setor elétrico que faz parte do conglomerado Votorantim Group, contratou a Sencinet, integradora de telecomunicações e serviços em nuvem, para otimizar a rede de comunicações de quatro das suas usinas hidrelétricas.

No projeto, a companhia passou a utilizar apenas um link para processar toda a troca de informações das usinas com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Anteriormente, o mesmo processo era executado com a utilização de um link para cada planta.

O projeto envolveu as usinas de: Sobragi, localizada em Belmiro Braga, Minas Gerais; Itupararanga, em Votorantim, São Paulo; Pedra do Cavalo, em Cachoeira, Bahia; e Ourinhos, em Ourinhos, São Paulo. 

Com a redução de links, a Votorantim Energia reduziu os custos em 40%, além de ter ganhos no que diz respeito ao esforço de gestão e controle das conexões com a disponibilidade de relatórios de disponibilidade, tráfego e comportamento da rede. 

"Acreditamos que o projeto trouxe ganhos inclusive para o próprio ONS devido a uma diminuição na quantidade de links e roteadores na infraestrutura para recebimento das conexões com a Votorantim. Assim, elevamos a operação aos mais modernos conceitos de segurança e economia de recursos", afirma Leonardo Vinicius Gomes, gerente geral comercial da Votorantim Energia.

A regulamentação da ONS exige que as usinas se conectem a centros regionais por meio de dois sites distintos denominados Sistema Local de Aquisição de Dados (SAL) e Sistema Remoto de Aquisição de Dados (SAR). 

Eles precisam prover 99,98% de disponibilidade e ainda estarem em caminhos não colapsados, ou seja, caminhos distintos. 

Segundo a empresa, isso é necessário porque é através da transmissão de dados que o órgão se baseia para controlar, por exemplo, a abertura e o fechamento de comportas e barragens das hidrelétricas — inclusive em casos de urgência.

De acordo com a Sencinet, a estrutura da companhia ofereceu à Votorantim Energia a possibilidade de utilizar uma rede híbrida e redundante capaz de atender a todos estes requisitos.

"A Sencinet realizou importantes investimentos em sua estrutura para tornar sua rede mais robusta e flexível de maneira que seja possível apresentar soluções de alta disponibilidade, seguras e redundantes em conformidade com as normas exigidas", garante Marcelo Leite, diretor de estratégia e portfólio da Sencinet.

Com sede em São Paulo, a Sencinet possui duas redes de fibra metropolitana em Buenos Aires e Bogotá, quatro data centers e cinco teleportos, que compõem uma rede de satélites integrada capaz de oferecer soluções de conectividade em 100% do território da América Latina.

Ela possui soluções em banda C, Ku e Ka e utiliza satélites de alta capacidade (HTS). A empresa é licenciada para fornecer serviços via satélite em 11 países e conta com um portfólio de clientes com cerca de 400 empresas.

Fundada em 1996, a Votorantim Energia possui 23 usinas hidrelétricas, 21 parques eólicos, e nove consórcios, totalizando 2,6 GW de potência instalada em oito estados brasileiros  — além de ter mais de 400 clientes no mercado livre de energia. Em 2019, a companhia faturou R$ 4,2 bilhões.

Veja também

RESULTADOS
IFS cresce 14% em 2020

Empresa sueca de ERP emplacou 200 novos nomes na carteira de clientes.

ENERGIA
Copel confirma ter sofrido ataque cibernético

Autoria foi assumida por grupo conhecido como Darkside, que opera um sistema de “ransomware como serviço”.

RESULTADOS
KLASSMATT INTEGRA S.A. cresce 47% em 2020

No período, foram adicionadas à carteira de clientes grandes empresas como Petrobras e Bradesco.

ENERGIA
Eletronuclear sofre ataque de ransomware

O incidente atingiu a área administrativa e não teria impactado as usinas da companhia.

PESQUISAS
MindMiners recebe aporte de R$ 6 milhões

Rodada foi liderada pela KPTL com participação da Darwin Startups e mais investidores.

CONTRATAÇÃO
Engineering tem novo diretor comercial

Patrick Baudon já foi diretor da companhia e retorna após dois anos na Cognizant.

TROCA
Jeff Bezos de saída, assume Andy Jassy

Fundador da Amazon será substituído pelo executivo que hoje lidera a AWS.

DECOLAGENS
Tassitano assume Concur no Brasil

Executivo abraça desafio em uma época difícil para software de gestão de viagens.

BYE BYE
NXP sai do Brasil

Multinacional de semicondutores fecha desenvolvimento em Campinas. Setor parece em crise no país.

CONTRATAÇÃO
Minsait agora tem head de CXM

Renato Gonzalez vem da Wipro Limited e chega para assumir a nova área da empresa.