Márcio Caputo, VP do Grupo Assa.

Tamanho da fonte: -A+A

O Grupo Assa fechou um acordo para revender a solução para comércio eletrônico fornecida pela Hybris, adquirida em junho do ano passado pela SAP.

A multinacional argentina de TI já tem uma presença importante no varejo com clientes de sistemas e gestão SAP, incluindo nomes como Lojas Marisa, Leroy Merlin, GBarbosa e Decathlon.

“Estamos preparados para apoiar seus clientes na implementação de estratégias de comércio parainternet, lojas físicas e dispositivos móveis, em sintonia com o que há de mais inovador hoje no segmento de Retail”, relata Márcio Caputo, VP do Grupo Assa.

O varejo online deve subir de US$ 20 bilhões em 2013 para US$ 47 bilhões em 2018 na América Latina, o que tem gerado interesse dos parceiros da SAP em vender também a solução da Hybris.

A Neoris foi a primeira parceira da SAP na América Latina a anunciar a oferta Hybris, em fevereiro.

Apesar de ter uma presença respeitável em nível mundial, com cerca de 500 nomes, incluindo organizações como General Electric, 3M, Toys“R”Us, Levi's e Nikon, a Hybris tinha uma presença muito pequena no Brasil antes da compra pela SAP. 

Não foram revelados os valores da aquisição, que, na avaliação dos especialistas, deve ter ficado entre  US$ 1 bilhão e US$ 1,5 bilhão.

Segundo a reportagem do Baguete Diário revelou com exclusividade em novembro do ano passado, a única implementação em curso no país está acontecendo na Arezzo.

A fabricante de calçados de alto padrão sediada em Campo Bom, no Rio Grande do Sul, também está em processo de adotar um sistema de gestão da SAP.

Uma pesquisa no Linkedin mostra que, nos meses seguintes à compra pela SAP, a Hybris fez contratações de executivos experientes no país.

Os nomes incluem Tatiana Santiago, ex-CA, VMware e Red Hat, para o cargo de gerente de desenvolvimento de negócios e Cassio Salinas, ex-líder do PMO de TI da Vivo, para o cargo de engenheiro de soluções.