Eduardo Mendes e Luiz Felipe Kessler, sócios da Optclean. Foto: Divulgação.

A Optclean está levando aos usuários comuns o auxílio técnico por acesso remoto, muito utilizado no mundo corporativo. A proposta da empresa é lidar com segurança da informação e otimização de sistemas operacionais. O custo do serviço é sempre de R$ 69,90.

Fundada em dezembro, a previsão da empresa é realizar uma média de 10 atendimentos por dia a partir do segundo semestre. Hoje, são cerca de dois ou três atuações diárias.

“Atualmente muitas pessoas compram um computador e se surpreendem quando, apenas 3 meses depois, ele já está lento, com vírus e propagandas indesejadas. Acreditamos que o computador não necessita de formatação por qualquer motivo, e auxiliamos o cliente no uso consciente da internet e do computador”, relata Luiz Felipe Kessler, sócio-diretor da Optclean.

Através do site da empresa, o cliente pode contratar o serviço técnico assim que sentir problemas no uso do equipamento. Depois do contato com a empresa, o usuário é instruído a baixar o TeamViewer, utilizado para o acesso remoto da Optclean.

“Por mais que algumas pessoas ainda tenham alguma desconfiança com o acesso remoto, ele com certeza passa mais segurança do que um técnico que leva o equipamento para avaliar na sua loja, pois a pessoa consegue acompanhar em tempo real o que está sendo feito”, comenta Kessler.

Segundo ele, muitos dos problemas solucionados pela empresa estão ligados ao download de diversos anti-vírus no mesmo computador e instalação de programas indesejados.

Hoje a empresa está trabalhando com técnicos freelances, mas a ideia é contratar três profissionais neste ano. Apesar do foco inicial em usuários comuns, a empresa também pode atender clientes corporativos.

Kessler tem a formação de técnico de informática e sempre atuou na área, mas, depois de ingressar na faculdade de administração da UFRGS, resolveu fundar a empresa com o colega Eduardo Mendes.