FINANCEIRO

Sinqia cresce 19,9% e fatura R$ 210 milhões

11/03/2021 05:45

Companhia tem R$ 321,1 milhões em caixa para fazer mais aquisições.

Bernardo Gomes, presidente da Sinqia.

Tamanho da fonte: -A+A

A Sinqia, empresa de softwares para o setor financeiro, fechou o ano passado com uma receita líquida de R$ 210 milhões, uma alta de 19,9% frente aos resultados de 2019.

Os indicadores positivos também são vistos no EBITDA ajustado de R$ 30,2 milhões, 43% a mais que em 2019. 

“A partir do segundo semestre, confirmamos que o contexto econômico não havia prejudicado nosso plano de consolidação. São nossos melhores resultados desde o IPO”, destaca o presidente da companhia, Bernardo Gomes. 

A Sinqia vem fazendo aquisições em série, visando se consolidar na área financeira. Foram três compras no ano passado.

Em agosto, a Sinqia solidificou sua posição de liderança no mercado de previdência com a aquisição da ISP (Itaú Soluções Previdenciárias), fornecedora de softwares e serviços para previdência fechada. 

Em outubro, comprou a Tree Solution, especialista em softwares para Câmbio e, em dezembro, a Fromtis, referência em softwares para o segmento de FIDCs. Já são 17 compras desde 2005.

“O setor financeiro está passando por um processo de disrupção tecnológica impulsionado pela mudança no comportamento do consumidor e no posicionamento do regulador. Estão surgindo novas demandas e a Sinqia está pronta para atendê-las”, conta Gomes.   

Dinheiro para seguir comprando a empresa tem: a Sinqia finalizou o ano com R$ 321,1 milhões em caixa. 

“Mantemos recursos suficientes para intensificar o plano de consolidação. Os recursos estão disponíveis, o pipeline de M&A tem quantidade e qualidade e estamos confiantes em nossas iniciativas de corporate venture capital e inovação aberta. Estamos confiantes para  2021”, finaliza Bernardo. 

Em 2021, startups também vão entrar no foco. Em janeiro, a empresa anunciou que vai investir mais de R$ 50 milhões em inovação e startups por meio de fundos de Corporate Venture Capital (CVC) nos próximos cinco anos.

Até agora, a empresa já formou uma oferta com pilares focados em bancos, fundos, previdência e consórcios, além de outsourcing e consultoria.

No último ano, a Sinqia levantou R$ 362 milhões por meio de uma oferta subsequente de ações (follow-on) para seguir sua estratégia de crescimento, o que indica mais compras pela frente.

A Sinqia tem hoje 100 mil investidores individuais na base acionária, contra os 11 acionistas que fizeram a abertura do capital em 2013.

Veja também

INOVAÇÃO
Sinqia vai investir R$ 50 milhões em startups

Programa de corporate venture capital contará com a Astella Investimentos e a Parallax Ventures.

PEDIDA
Ação pode quebrar a Serasa Experian

Entidade pede indenização potencialmente bilionária, caso se consiga provar a origem do vazamento.

PAROU
Pix fica fora do ar por mais de uma hora

Usuários fizeram reclamações no sábado, 6, e o Banco Central confirmou problema técnico.

NUVEM
Sinqia consolida infra na Azure

Companhia de soluções para área financeira consolidou sete data centers diferentes.

NUVEM
Banco BS2 migra para Google Cloud

Instituição quer usar ferramentas para geração de insights baseados em dados e inteligência artificial.

PÚBLICO
Sicoob faz integração com portais gov.br

Instituição é a sexta a aderir ao login com credenciais bancárias, sendo a primeira cooperativa.

SORRIA
Drogaria Iguatemi aceita pagamento por face

Tecnologia de biometria facial é da startup Payface.

FINANCEIRO
Sinqia compra empresa do Itaú

ISP oferecia BPO e software para empresas de previdência. Foi vendida por R$ 82 milhões, a maior compra da Sinquia.

MAIS UMA
Sinqia compra Tree Solution

Empresa é especializada no nicho de câmbio. É a 16ª aquisição desde 2005.

CARROS
Sem Parar adota PIX

Nova forma de pagamento foi implantada por uma solução da Matera.

COLEÇÃO
Sinqia segue comprando

A bola da vez é a Fromtis, outra solução de nicho no setor financeiro. Já são 17 compras desde 2005.

DESTAQUE
Sinqia está no índice small cap da B3

Grupo reúne 79 empresas pequenas, mas donas de ações com grande liquidez.

CLIENTES
Banco BV migra para Google Cloud

Pouco a pouco, grandes bancos brasileiros vão fazendo apostas na nuvem.