HOLDING

Nuvini: ERP da Oracle em startups

11/03/2022 12:08

Grupo de empresas de software aposta em sistema de gestão na nuvem.

Pierre Schurmann, fundador da Nuvini. Foto: Divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

A Nuvini, holding de empresas no modelo software as a service, vai adotar o sistema de gestão da Oracle.

Com o ERP, a Nuvini vai integrar as informações das seis companhias adquiridas ao longo de 2021.

As empresas vão desde a Mercos, uma companhia catarinense que oferece automação de força de vendas e e-commerce B2B, até a Ipê Digital, especializada em software de gestão para óticas.

Em comum, todas as adquiridas tem o modelo de software como serviço e a atuação nos segmentos de marketing, ferramentas de finanças e produtividade e o porte médio, com faturamentos de até R$ 50 milhões.

A Nuvini não quis abrir quais sistemas de gestão as adquiridas usam, se é que elas usam algum. Muitas empresas nesse estágio funcionam em cima de planilhas.

O ERP Cloud da Oracle é uma solução de uso frequente em grandes empresas, o que ainda não é o caso da Nuvini, mas deve chegar a ser.

Até 2025, a meta da Nuvini é realizar 85 aquisições, atingindo R$ 4 bilhões em faturamento e R$ 1 bilhão em Ebitda. 

“Em 2021, fomos uma das empresas que mais adquiriram startups. Estamos planejando novos investimentos para que todo o nosso ecossistema acompanhe esse crescimento”, afirma Pierre Schurmann, fundador da Nuvini. 

O benchmark da Nuvini é a canadense Constellation Software, grupo que já adquiriu mais de 700 empresas desde os anos 90 e está listado na Bolsa de Toronto com uma receita de US$ 4 bilhões anuais.

O modelo de negócio é adquirir uma participação e dar aos fundadores uma parte do grupo como um todo. 

Todas as empresas reduzem custos ao utilizar recursos comuns em áreas como RH, marketing ou mesmo infraestrutura de TI, incluindo, como se pode ver pelo caso da Nuvini, inclusive o sistema de gestão empresarial.

Schurmann tem credenciais fortes. Ele foi um dos empresários que inauguraram o mercado de internet no Brasil. 

Empreendedor serial, já fundou sete empresas, das quais três são líderes de mercado. Em 1997, foi co-fundador do Zeek!, site de busca adquirido um ano após seu lançamento pela StarMedia, empresa em que assumiu a Diretoria de Novos Negócios. Em seguida, foi co-fundador e vice-presidente da Ideia.com, fundador e CEO da Conectis Experience Marketing, do Experience Club e da Bossa Nova Investimentos.

Veja também

SEED
Yuno recebe aporte de US$ 10 milhões

A startup de pagamentos foi recém criada por executivos da Rappi.

NÚMEROS
Constellation compra Contmatic

Adquirida é uma das maiores em software contábil. Mercado é agitado.

CVC
Multilaser vai investir R$ 200 mi em startups

Fundo criado com a Bertha Capital terá foco em fintechs, retailtechs e logtechs.

CONTRATAÇÃO
Nuvini anuncia novo CFO

Aury Ronan Francisco irá preparar a área financeira da empresa para crescimento exponencial nos próximos três anos e obtenção de IPO.

INOVAÇÃO
Lojas Renner cria fundo de R$ 155 milhões

Varejista quer investir em startups com tecnologia para varejo.

INCENTIVO
Suzano investe R$ 5 milhões no WE Ventures

Fundo desenvolvido pela Microsoft é focado no empreendedorismo feminino.