Quem quer um Google Glass. Foto: divulgação.

O Google vai tentar uma estratégia curiosa para estimular seus fãs a comprarem o Google Glass, óculos de realidade aumentada que ainda não foi lançado oficialmente no mercado.

Para isso, a empresa vai liberar, por um dia, a compra do gadget por US$ 1,5 mil, independente se o comprador faz parte ou não do programa Glass Exploreres, até então requisito para aquisição dos óculos.

A informação é do site norte-americano The Verge, que diz que a oferta limitada pode ir ao ar na próxima semana, baseado em documentos conseguidos diretamente com a empresa de Mountain View.

Segundo analistas, se a promoção for verdadeira, será o primeiro movimento do Google para levar o Glass ao público geral.

Desde o início do ano passado, quando o produto foi lançado, ele ficou restrito principalmente a desenvolvedores e pessoas escolhidas pelo próprio Google.

Segundo dados de mercado, a previsão de lançamento do Glass para o público como um todo ficou para o segundo semestre de 2014.

Para acelerar o processo de chegada do Glass ao consumidor final, recentemente a gigante das buscas firmou uma parceria com o Luxottica Group, fabricante de óculos para marcas como Oakley e Ray-Ban, para a produção de armações e óculos otimizados com o visor do Glass.

Para a analista Lisa Eadicco, do Business Insider, a possibilidade do Google fazer uma oferta agressiva como essa para vender o Glass indica que o lançamento oficial está próximo.

"O fato de que há um número substancial de unidades disponíveis para a venda ao consumidor em uma oferta aberta de um dia sugere que o lançamento do produto não deve estar assim tão longe", observa a especialista.