MAÇÃS

Herval: e-commerce com Oracle

11/04/2022 04:56

Varejista tem loja virtual focada na sua linha de produtos Apple para corporativo.

Loja terá produtos da Apple para o mercado corporativo. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

O Grupo Herval criou uma loja virtual para sua linha de produtos Apple voltados para o mercado corporativo baseada no Oracle Commerce Cloud, em um projeto entregue diretamente pela multinacional americana.

A plataforma de comércio eletrônico da Oracle funciona integrada com outros sistemas da suíte Oracle CX multinacional: o CX Marketing, para organização de campanhas de marketing digital e o CX Service, para gestão de serviços ao cliente.

Outra integração é com sistema de gestão proprietário da Herval, usado para a área de varejo (o grupo tem uma operação variada, incluindo 11 indústrias diferentes).

Em nota divulgada para a imprensa, a Herval falou em um investimento de mais de R$ 1 milhão no site, que tem a meta de levar tecnologia da Apple para pequenas e médias empresas, com vendas apenas para CNPJs.

“As grandes multinacionais e empresas brasileiras já trabalham com Apple. Nosso maior desafio é expandir a venda transacional, que é um mercado de pequenas e médias empresas, já que parte desse público ainda tem o perfil de compra de pessoa física”, contextualiza o vice-presidente do Grupo Herval, Andrei Seger.

A Herval promete maior variedade de modelos, versões e cores; ecossistema amplo de acessórios para empresas; lançamentos exclusivos, e, talvez o mais importante, descontos de 20% em determinados pacotes de produtos.

O local de lançamento da novidade dá uma ideia de pelo menos um dos públicos alvo. 

O iPlace Corporativo foi lançado durante o Gramado Summit, um evento popular na cena de startups que atraiu 6 mil participantes para Gramado, na Serra Gaúcha. 

“A iPlace hoje é uma das principais assistências técnicas especializadas em Apple no Brasil, o que nos faz ter um time altamente capacitado”, afirma Wagner Alledo, Diretor Geral da HSC (Herval Soluções Corporativas).

O Grupo Herval não está chegando agora no mundo Apple. A empresa criou a iPlace, uma revendedora oficial da Apple, ainda em 2012.

SAP E ORACLE EM UM SÓ LUGAR

A Herval focou sua divulgação em captar clientes para a iPlace Corporativo, o que é natural, mas a reportagem do Baguete aproveitou a oportunidade para entender como é o ambiente de sistemas de gestão na empresa hoje, o que também é natural.

Isso porque o grupo gaúcho foi numa ocasião um dos maiores clientes da SAP no Brasil, com um projeto em diferentes ondas iniciado em 2014.

A primeira fase da implementação focou na estrutura de backoffice e recursos humanos da empresa, sediada em Dois Irmãos, distante 52 quilômetros de Porto Alegre.

Uma segunda, cujo go live foi em 2016, envolveu os processos produtivos de 11 indústrias da companhia, que atua na fabricação de móveis e colchões, por exemplo.

A Herval investiu pesado no projeto, tendo inclusive o seu centro de competência SAP certificado pela multinacional alemã, uma distinção que na época só 23 empresas na América Latina possuíam.

A uma terceira fase, prevista para começar em 2017, previa a operação de varejo, no qual está incluída a iPlace.

Em algum ponto, porém, a empresa parece ter decidido que não era melhor colocar todos os ovos na mesma cesta, como indica a adoção de tecnologias da Oracle neste projeto, integradas com sistemas legados.

Já em 2020, a Herval concluiu um projeto similar ao da iPlace para as suas marcas taQi e Voulevar.

É uma notícia que sem dúvida alegra a Oracle, que gosta de afirmar que tem tecnologias superiores na área de varejo do que a sua arquirrival SAP.

Veja também

CARREIRA
Carmela Borst é CEO da SoulCode

Executiva assume o comando da edtech de formação de desenvolvedores.

VENDAS
Grupo Herval: novo e-commerce com Oracle

Times de e-commerce da taQi e da Voulevar terão mais autonomia com o Oracle Commerce Cloud.

LOGTECH
Renner compra Uello

Aquisição faz parte de plano para otimizar entregas do e-commerce.

ORGANOGRAMA
Carrefour: sacudida na área de tecnologia

Gigante de varejo cria posição de CDO e decide trocar de CIO no mesmo dia.

INOVAÇÃO
Lojas Renner cria fundo de R$ 155 milhões

Varejista quer investir em startups com tecnologia para varejo.

REFEIÇÕES
Startup da Pão de Açúcar usa B1

Cheftime agora tem um ERP da mesma marca que a nave mãe.