Marcus Edrisse.

A Cast, sediada em São Paulo e especializada em soluções de BI, ECM, serviços de TI, outsourcing e BPM, fechou o ano passado com um faturamento de R$ 170 milhões, uma alta de 18% frente aos resultados de 2010.

Em 2011, a empresa fechou contratos com Bradesco Seguros, a CSU CardSystem, a Prefeitura de Fortaleza e a Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará.

De acordo com nota da companhia, houve crescimento na demanda de projetos em mobile com geolocalização, desenvolvimento de aplicações em modelo de fábrica de software e especialmente, Enterprise Content Management (ECM), no qual a empresa está entregando um projeto para a Novartis.

Outro destaque foi a Datasus, onde a companhia executou mais de mais de 30 mil pontos de função. Foram ganhas licitações no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) e o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

Os contratos fizeram com que a vertical Governo fosse o destaque nos negócios da companhia, com crescimento de 30,8% em relação a 2010, seguida por Indústria & Serviços (23,7%) e Finanças (16,3%).

"Em função das normativas do governo, abolindo a contratação de mão de obra alocada, a demanda por serviços de outsourcing de infraestrutura e desenvolvimento de sistemas cresceu significativamente na esfera federal nos últimos anos", explica o diretor de Negócios - Governo, Marcus Edrisse.

Estabelecida em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e Estados Unido, a Cast é CMMI nível 3, MPS.BR nível C e ISO 9001:2008.